Prefeitura de Varginha concede subvenção social de R$ 540 mil para o Hospital Regional

Sensibilizada com a situação do Hospital Regional, a Prefeitura de Varginha vai conceder à instituição, subvenção social no valor de R$ 540 mil, que será transferida da conta do Fundo Municipal de Saúde, em parcela única para o pagamento de despesas de custeio, manutenção e funcionamento.

Diante das sérias dificuldades financeiras que vem passando o Hospital Regional de Varginha,  a  concessão deste auxílio é indispensável para que a instituição continue prestando serviços médicos hospitalares à população varginhense, mantendo sua integração com a rede municipal de saúde”, justificou o prefeito Antônio Silva.

Segundo o prefeito, “a concessão desta subvenção será de grande importância para que o Hospital Regional, assim como ocorre na Clínica Cardiológica, assuma a condição de Porta de Entrada da Rede de Urgência e Emergência na Especialidade de Neurologia, nos termos de contrato firmado com a Secretaria de Estado de Saúde, inclusive, com remuneração de R$ 60 mil mensais para esta assistência, com manutenção de médico neurologista 24 horas/dia. Além disso, o  incentivo também contribuirá para a estruturação da Clínica Médica no Hospital, conforme Plano Operativo do Processo de Credenciamento junto ao SUS – Sistema Único de Saúde, bem como na internação de pacientes nesta especialidade”.

Repasses do município ao Hospital Regional chegam a R$ 16 milhões

Tendo em vista ser o Hospital Regional uma importante unidade hospitalar do município, e prezando pela continuidade nos serviços oferecidos a população, a administração municipal não tem se furtado em apoiar o Hospital. Prova disso é que desde o ano de 2013 até dezembro de 2018, os repasses àquela instituição foram da ordem de cerca de R$16 milhões.  

É de conhecimento geral que os recursos recebidos dos Governos Federal e Estadual pelos serviços prestados ao SUS não são suficientes para o custeio do Hospital Regional, tendo o Poder Público Municipal sempre ajudado na manutenção dessa assistência”, concluiu o prefeito.

Já o vice-prefeito Vérdi Lúcio Melo ressalta que “a Prefeitura de Varginha arca praticamente sozinha com o funcionamento da UPA e ainda mantém o Hospital Bom Pastor, diversas UBS, o Centro Municipal de Fisioterapia e outras estruturas que atendem a população; sabemos que existem falhas, mas a estrutura da saúde aqui na nossa cidade é referência inclusive para grandes centros que não vem conseguindo atender os pacientes”.

Fonte: Prefeitura de Varginha / Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *