Prefeitura de Varginha anuncia shopping com 30% de capacidade, e visa multa para quem estiver sem máscara

Vérdi Melo disse, ainda, que Varginha tem 80% de leitos ocupados.

Redação CSul/Foto destaque: Divulgação Via Café Garden Shopping

A Prefeitura de Varginha através do prefeito Vérdi Lúcio Melo anunciou, na última sexta-feira (8), um novo decreto em virtude da alta de casos do novo coronavírus no município. Segundo o documento, entre as medidas, o Via Café Garden Shopping poderá funcionar com 30 % de sua capacidade máxima. Além da restrição do shopping, estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas, tais como, bares, restaurantes e lojas de conveniência poderão funcionar até às 22h.

Festas de casamentos, aniversários e particulares também estão proibidas. Em entrevista à EPTV Sul de Minas, Vérdi relatou que, 80% dos leitos de UTI estão ocupados na cidade – maior número desde o início da pandemia.

“O momento é crítico realmente e faço um apelo à nossa população. Cada um tem que fazer a sua parte. O que mais nos preocupou nos últimos dias foram as viagens desnecessárias, no Natal e no final de ano. Tomara que eu esteja errado, mas na próxima semana vamos pagar a conta dessas pessoas que foram às praias e a outros locais e obviamente trazem o vírus para a nossa cidade”. – disse o prefeito.

O novo decreto passa a valer nesta segunda-feira (11) e irá até o dia 31 de janeiro.

Multa para quem estiver sem máscara

Vérdi Melo, salientou, ainda, que no ano passado tentou a aprovação de um projeto pela Câmara de Vereadores que multasse quem estivesse sem máscaras pelas ruas, na época o projeto não foi aprovado; no entanto, segundo ele, o projeto será enviado novamente para votação.

Projeto de Lei que multa que estiver sem máscara em Varginha foi novamente encaminhado à Câmara/Foto: Arquivo/CSul

“Encaminhamos à Câmara de Vereadores um projeto para cobrar multas das pessoas que andam pelas ruas sem máscaras. Esse ano remetemos novamente à Câmara e na segunda o projeto vai ser votado. Não adianta nada o poder público fazer a sua parte se a população não entender que o momento é crítico e tem que fazer também a sua parte”, disse.

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.