Prefeitura adere ao programa ‘Saúde na Hora’ do Governo Federal com atendimento estendido nas Unidades Básica de Saúde

A Prefeitura de Varginha está aderindo ao programa “Saúde na Hora”, do Governo Federal,  que  oferece incentivo financeiro às Unidades de Saúde da Família que estenderem o horário de funcionamento  para o período da noite, além de permanecerem de portas abertas durante o horário de almoço e, opcionalmente, aos fins de semana. 

A iniciativa  tem por objetivo ampliar o acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e acompanhamento pré-natal, – ampliar a cobertura da Estratégia Saúde da Família; ampliar o número de usuários nas ações e nos serviços promovidos nas USF e  reduzir o volume de atendimentos de usuários com condições de saúde de baixo risco em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares

“Com isso enfrentaremos a maior dificuldade encontrada hoje pela população, que é um horário de atendimento acessível ao trabalhador que chega no fim do dia e encontra o filho com algum problema de saúde, por exemplo, e não consegue consulta médica porque as unidades estão fechadas”, explicou o prefeito Antônio Silva.

Em Varginha, inicialmente uma unidade ainda a ser escolhida, terá o horário de atendimento estendido das 7h às 19h. A implantação demandará quatro meses para sua adaptação aos critérios do programa, dentre eles ter  até três equipes da  Saúde da Família, ser completamente informatizada, e ter um gerente que deverá se dedicar exclusivamente ao gerenciamento, desenvolvendo atividades como planejamento, gestão e organização do processo de trabalho, coordenação e integração da USF com outros serviços de saúde.

O programa dá aos secretários de saúde dos municípios, autonomia para indicar quais as unidades terão o horário de atendimento ampliado de acordo com a demanda e realidade local.

“Aderindo ao programa estamos beneficiando aquela camada da população assistida pela rede pública, e com isso desafogando a UPA e o Pronto Atendimento do Hospital Bom Pastor, que terão melhores condições de atenderem as urgências e emergências”, disse o prefeito. Segundo ele, a cidade começará com uma unidade como projeto piloto, devendo ser estendida para outras localidades.

Fonte e foto: Prefeitura de Varginha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *