Oficina do Ser é assaltada por duas vezes em menos de 48 horas

Redação CSul – Alisson Marques/Fotos: Divulgação

A Oficina do Ser, em Varginha, foi assaltada duas vezes em menos de 48 horas. A primeira ação aconteceu na madrugada de quarta-feira (27), menos de 24 horas depois os criminosos voltaram e assaltaram novamente à ONG.

Ao todo, a oficina já foi assaltada por cinco vezes. Os três primeiros furtos ocorreram em novembro de 2019. Na época foram roubados cafeteira elétrica, panelas, violões, etc…

Já nas últimas duas ocorrências, os autores quebraram portas e janelas e levaram vários tipos de doações recebidas em prol de ajuda para pessoas carentes. Dentre os materiais furtados estão, utensílios de cozinha e limpeza, alimentos e produtos de higiene pessoal, tais como, cremes e perfumes.

A Oficina do Ser é uma instituição com mais de 25 anos de existência, sem fins lucrativos que visa a promoção de projetos educacionais e sociais. São atendidos pela ONG aproximadamente 90 pessoas, entre crianças, adolescentes e idosos.

Entre as ações que os voluntários fazem, estão máscaras para serem usadas nesse período de pandemia.

Máscaras são produzidas voluntariamente por funcionários e distribuídas visando prevenir à Covid-19/Foto: Divulgação

A vice-presidente e coordenadora, Juliana Ferreira da Silva, teme que os bandidos voltem na noite de hoje: “Não podemos deixar as cestas básicas, o pouco de doações que conseguimos na sede. Temos que levar para a casa dos voluntários, porque eles vieram duas noites seguidas, não conseguimos consertar o estrago que fizeram”

*Com informações; Blog do Madeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *