Oficina do Corpo e da Alma prossegue com atendimento específico para idosos

DSC04084Idosos podem freqüentar a Oficina do Corpo e da Alma, um projeto público-privado desenvolvido pela dançarina, cosmetóloga, terapeuta corporal e holística, Kenya Ferreira Santos, em parceria com a Prefeitura de Varginha, através da Secretaria de Esportes e Lazer (Semel). A oficina nesse ano teve início em fevereiro, mas o projeto existe há oito anos. Na prática, os idosos mexem o corpo e trabalham a mente fazendo aulas de dança que, juntamente com a música e a arte, permitem o contato com o próprio físico. O resultado pode ser o desenvolvimento das emoções e informações rompendo os limites e o isolamento.

A professora Kenya explica que “a função da Oficina do Corpo e da Alma é promover o bem e estar e lazer aos idosos, por meio do incentivo à criatividade, desenvolvimento pessoal, artístico e conhecimento das suas origens, através de histórias que eles próprios tem a chance de contar e serem ouvidos, o que pode ser uma oportunidade para a descoberta de seres ativos do folclore e da cultura popular”. Na programação os participantes frequentam também aulas práticas de iniciação à culinária saudável, oficinas de jogos corporais, dança-teatro e a dançaterapia. “É um conjunto de oficinas”, diz a professora.

Podem participar da Oficina do Corpo e da Alma pessoas acima de 60 anos ou aquelas que apresentam necessidades específicas como depressão e degeneração. Atualmente frequentam a Oficina 10 mulheres de 62 a 90 anos; o único homem da turma está afastado. “O projeto que chegou a ter três turmas de 60 alunos, hoje tem apenas uma turma com 10 participantes, apesar de a cidade ser carente de atividades para idosos”, avalia Kenya. Na aula desta quarta-feira, 15, a turma vai ensaiar para a apresentação denominada Roda de Danças Folclóricas que será em julho. A professora, inclusive, busca patrocínio para as atividades do projeto.

As aulas são às segundas e quartas-feiras, das 14h30 às 15h30, na Semel, no bairro São Geraldo. A taxa mensal custa R$ 30,00 valor que é aplicado na manutenção do próprio projeto. Quem quiser mais informações pode falar diretamente com a professora Kenya, pelo celular (35) 8858-8028.

oficina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *