Meditação do Sermão da Soledade e celebração com Unção dos Enfermos marcam quarta-feira Santa

“Lavai-me todo inteiro do pecado e apagai completamente a minha culpa”

Nesta quarta-feira Santa, a Igreja faz memória das 7 Dores sentidas e vividas por Maria. As 7 Dores celebradas na Semana das Dores, que antecede a Semana Santa, são relembradas e meditadas na quarta, com o Sermão da Soledade, em muitas Igrejas católicas.

“Mesmo sabendo que o seu sofrimento seria atroz, Maria seguiu firme seu caminho. Penso que muitos de nós não seríamos capazes de continuar dando firmes passos, se nos fosse antecipadamente anunciado que dores e sofrimentos nos acompanhariam. Creio que facilmente voltaríamos atrás nos propósitos feitos e compromissos assumidos. Mas sabemos que Maria, a mãe de Jesus, não abandonou sua missão, ao contrário, entregou-se cada dia melhor a ela, cumprindo o que devia cumprir. Onde buscou força para suportar e atravessar tamanhas dores?” citou Padre José Roberto de Souza, ex-pároco da Matriz do Mártir de Varginha.

 

Além do Sermão, outra celebração marca a data de hoje, a Missa com a Unção dos Enfermos. Os párocos ungem os doentes e idosos em preparação da alma para o Céu, o perdão dos pecados veniais, das imperfeições e até dos pecados mortais, e, se Deus julgar oportuno para a salvação do enfermo, a graça da recuperação da saúde.

A Unção dos Enfermos é um sacramento, ou seja, um sinal sensível instituído por Jesus Cristo para nos dar a graça santificante e certas graças específicas, que são próprias de cada um dos sete sacramentos.

Em Varginha, algumas paróquias celebram ainda a Via Sacra encenada, com os últimos passos e momentos de Jesus, desde a última ceia com os Discípulos, até sua Ressurreição dos Mortos. O CSul traz a programação completa do dia, de todas as Paróquias da cidade.

O Varginhense e Seminarista Diocesano, Gabriel Henrique da Silva, 20 anos, aluno do 2º ano da Filosofia no Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores, de Campanha, destaca que “O povo varginhense dá um bonito testemunho de fé pelo ardor e pela vivacidade da prática religiosa. Acredito que nossas paróquias se destacam pela participação efetiva dos fiéis em nossas celebrações e práticas de piedade, não só no número expressivo de pessoas, mas na participação viva de todos nas respostas, nos cantos, nas orações. Na singularidade de cada paróquia e comunidade, percebemos um povo que reza com a vida e com o coração, e isso gera uma espiritualidade verdadeira e repleta de significado”, enfatiza Gabriel.

 

Para ele,“A Semana Santa convida-nos a aprofundar e contemplar os grandes mistérios da fé cristã: Cristo que por nós se entrega, padece, morre e ressuscita. Celebramos o grande e insondável amor de Deus que, tendo se encarnado, ainda dá a sua própria vida para que nós a tivéssemos em plenitude. A semana santa, desse modo, nos convida a repensar o nosso seguimento a Jesus, contemplando as maravilhas que Deus fez em favor do seu povo. Cristo, que nos deu a Eucaristia como perpetuação da sua presença, se entrega na cruz, desce a mansão dos mortos e ressuscita. A morte e o sofrimento são vencidos pela vida. As trevas, pela luz. O luto, pela alegria. E assim nós cristãos reconhecemos que nosso Deus é o Deus da vida, cheio de amor e misericórdia, e que continua caminhando conosco”, completa.

 

Confira Programação em Varginha

Mártir São Sebastião

07h – Missa na Matriz do Mártir

09h às 11h e 14h às 16h  – Confissões na Matriz do Mártir

15h – Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz do Mártir

19h – Missa na Matriz do Mártir e procissão com a imagem de Nossa Senhora das Dores. Após a procissão, Sermão da Soledade. Em seguida, a imagem de Nossa Senhora ficará exposta no interior da Matriz para a veneração dos fiéis. Pregador: Padre Noel

Haverá atendimento de confissões.

 

 

Divino Espírito Santo

07h, 12h e 19h– Missa na Matriz do Divino

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz do Divino e nas comunidades Santa Rita, São Vicente e Nossa Senhora de Lourdes (Gruta)

16h30 – Missa na Capela do Hospital Regional

20h – Via Sacra Encenada na Concha Acústica

Nossa Senhora de Fátima

14h30 – Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz de Fátima e na comunidade Santo Expedito.

19h – Missa na Matriz de Fátima. Em seguida, procissão com a imagem de Nossa Senhora das Dores e Via Sacra Encenada pelas ruas do Bairro de Fátima.

Cristo Luz dos Povos

08h às 11h – Confissões na Matriz de Nossa Senhora Aparecida

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz de Nossa Senhora Aparecida.

19h – Missa na comunidade Cristo Rei, Soledade de Maria

19h – Missa na Matriz de Nossa Senhora Aparecida, logo após, procissão e Sermão da Soledade de Maria no pátio da Matriz.

Nossa Senhora do Rosário

7h – Missa na Matriz do Rosário

14h30 às 17h – Confissões na Matriz do Rosário

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz do Rosário

19h – Missa na comunidade Sagrado Coração de Jesus, em seguida, procissão luminosa conduzindo a imagem de Nossa Senhora das Dores para a Matriz do Rosário

19h – Missa na comunidade Santa Cruz, em seguida, procissão luminosa conduzindo a imagem de Nosso Senhor dos Passos para a Matriz do Rosário

20h – Sermão do Encontro na Matriz do Rosário. Pregador: Padre Antonio dos Santos da Silva

Santo Antônio de Sant’Anna Galvão

09h às 11h – Confissões na Matriz de Frei Galvão

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz de Frei Galvão

19h – Procissão saindo da Matriz Frei Galvão, conduzindo a imagem de Nossa Senhora das Dores para a Capela São José, no Centenário. Após, celebração da Santa Missa e Sermão da Soledade

 

Imaculada Conceição

09h às 11h – Confissões na Matriz da Imaculada

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Igreja de São Judas Tadeu

19h30 – Missa na Matriz da Imaculada e procissão para a comunidade Nossa Senhora das Dores

São José

15h – Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz de São José

19hs – Missa e reflexão das Dores de Maria na Matriz de São José

 

 

 

 

 

 

 

Sant’Ana

15h– Missa com a participação das pessoas idosas e enfermas na Matriz de Sant’Ana

19h30 – Missa e reflexão das Dores de Maria na Matriz de Sant’Ana

 

 

 

 

Redação CSul / Iago Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *