Internações e cirurgias eletivas são suspensas em hospital de Varginha

As internações de pacientes e as cirurgias eletivas foram suspensas no Hospital Regional de Varginha nesta quinta-feira (17). A medida faz parte da greve anunciada pelos médicos da instituição após uma reunião realizada na quarta-feira e tem prazo inderteminado. O movimento é motivado pelo atraso de seis meses de salários.

Ainda nesta quinta-feira, uma nova reunião deve ser realizada para determinar se os serviços de urgência e emergência também serão suspensos. Segundo o médico Adrian Nogueira, presidente do sindicato da categoria, os serviços só deverão ser retomados depois que os salários atrasados forem pagos. A dívida com os médicos já chega a R$ 600 mil.

Ao todo, 350 médicos atuam no hospital, que atende várias cidades da região. Ainda segundo informou o sindicato, é dívida do hospital já chega a cerca de R$ 30 milhões.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que tem repassado verbas estaduais para o Hospital Regional, mas algumas estão atrasadas. A direção do hospital ainda não se manifestou sobre o assunto. Na instituição, a informação é de que os diretores estão em Belo Horizonte para resolver os rumos da greve.

Médicos do Hospital Regional de Varginha paralisam atendimentos (Foto: Reprodução EPTV)
Médicos do Hospital Regional de Varginha paralisam atendimentos (Foto: Reprodução EPTV)

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *