Índice de Confiança do CESUL: Varginha mostra empresários com baixa confiança

A nona pesquisa do Índice de Confiança do Conselho Empresarial do Sul de Minas – Regional Varginha, referente ao 2° trimestre de 2020 e às perspectivas para o terceiro trimestre deste ano, demonstrou a opinião dos empresários em pleno período da pandemia de Covid-19, abrangendo desde a época do maior isolamento social até as primeiras flexibilizações mais amplas.

De acordo com o responsável pela pesquisa, Prof. Dr. Pedro dos Santos Portugal Júnior, o índice apresenta a percepção dos empresários no que se refere a seis quesitos intimamente ligados ao desempenho das empresas, são eles: vendas, contratações, investimentos, inadimplência, segmento empresarial e economia nacional. Os resultados podem atingir três situações: confiança em alta (índice acima de 100), estável (índice igual a 100) e confiança em baixa (índice abaixo de 100).

Os resultados, como já eram esperados, mostram um empresário bastante pessimista no contexto atual e futuro, especialmente em função das incertezas que ainda imperam nesse período”, explicou o Prof. Pedro.

O índice geral de confiança, que engloba a situação atual e futura (obtido através de uma média simples), alcançou o patamar de 88,42, uma queda de 17,58 pontos em relação à pesquisa anterior, representando o menor resultado apurado para esse índice desde o início da pesquisa no segundo trimestre de 2018. 

Pesquisas como essa são fundamentais para mostrarem a realidade e servir de parâmetro para empresários, governos e entidades representativas no que tange às ações a serem tomadas para enfrentamento deste período”, concluiu o Prof. Pedro.

A pesquisa completa pode ser acessada clicando aqui.

Fonte: Ascom Grupo Unis/Foto: Reprodução CSul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *