Idosos acima de 90 anos serão os próximos imunizados contra a covid-19 em Minas Gerais

Na sequência de atendimento aos grupos prioritários, deverão ser imunizados idosos acima de 90 anos; cronograma seguirá por ordem decrescente.  

O Governo do Estado já está organizado para a próxima etapa de vacinação contra a covid-19. Assim que o Ministério da Saúde (MS) enviar as novas remessas da vacina, será a vez dos idosos acima de 90 anos, justamente o próximo público prioritário de acordo com o Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Considerados como grupo de risco, os idosos estão à frente no calendário de vacinação por terem mais chances de evoluir para complicações em decorrência da covid-19.

Diretrizes

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) segue as diretrizes do PNI para aplicação dos imunizantes nos grupos contemplados em cada fase. A SES-MG reitera, ainda, que a estimativa de pessoas a serem vacinadas em cada fase é feita de acordo com os dados fornecidos pelos municípios e pelo cruzamento de bancos de dados oficiais do governo, que são divulgados à medida que o estado avança nas fases da vacinação.

Com as doses recebidas até o momento, a previsão é de que sejam imunizados aproximadamente 67% dos trabalhadores da saúde e 100% dos demais grupos prioritários desta primeira etapa.

As próximas remessas serão destinadas ao restante dos trabalhadores da saúde e aos idosos acima dos 90 anos. Posteriormente, conforme Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.314, de 29 de janeiro de 2021, os idosos não institucionalizados deverão receber a vacinas, conforme a seguinte ordem de prioridade:

  • pessoas de 80 anos e mais; 
  • pessoas de 75 a 79 anos;
  • pessoas de 70 a 74 anos; 
  • pessoas de 65 a 69 anos; 
  • pessoas de 60 a 64 anos.

A SES-MG informa, ainda, a respeito da ampliação para o restante da população, que esta será feita à medida que novas remessas forem enviadas pelo governo federal.

Avanço da vacinação

O ritmo da vacinação em cada estado e, até mesmo em cada município, depende do tamanho do território, estimativa populacional, número de equipes de saúde empenhadas no processo de vacinação, dentre outros fatores que influenciam no tempo gasto para imunizar a população.

O Governo do Estado trabalha para agilizar a vacinação de toda a população e, para isso, a SES-MG planeja antecipadamente todas as ações de distribuição das doses e orienta as prefeituras quanto aos fluxos que devem ser adotados. 

“Minas Gerais elaborou uma logística de distribuição das vacinas para que a entrega aos municípios seja feita com eficiência, segurança e rapidez. Após a retirada dos imunizantes nas Unidades Regionais de Saúde (URSs), os municípios ficam responsáveis pela gerência do estoque das vacinas e de outros insumos, incluindo o armazenamento e o transporte para seus locais de uso, de acordo com as normas vigentes. Desde que sigam as diretrizes, as prefeituras também podem adotar estratégias próprias para garantir a agilidade da vacinação em seu município”, explica a subsecretária de Vigilância em Saúde, Janaína Passos. 

Neste momento, o Estado já distribuiu 735.193 doses aos municípios e o Vacinômetro indica que 236.592 mineiros já foram imunizados.

Fonte: Agência Minas/Foto: Fábio Marchetto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.