Hotel alugado pela prefeitura para hospedagem dos jogadores do Boa Esporte é interditado pelos Bombeiros

Nesta quarta-feira (14), o hotel em que ficam hospedados os jogadores do Boa Esporte foi interditado pelo Corpo de Bombeiros após vistorias apontarem riscos no local. Segundo o presidente do clube Boveta, o hotel que fica na Avenida Princesa do Sul, no bairro Jardim Andere, em Varginha, é locado pela Prefeitura Municipal da cidade. De acordo com a prefeitura, por meio de nota oficial, os jogadores foram remanejados para outro hotel, localizado na Praça Getúlio Vargas.

Interdição total

Bombeiros Militares da 3ª Companhia de Prevenção do 9º BBM realizaram uma vistoria de fiscalização no Hotel Heloísa e Filhos Ltda, localizado na Avenida Princesa do Sul, no bairro Jardim Andere, em Varginha, e após péssimos resultados, anunciaram a interdição total por risco iminente no local.

Rildo da Costa, presidente do Boa Esporte e um representante do proprietário da edificação acompanharam a vistoria. O prédio é utilizado por jogadores do Boa como local de hospedagem e, segundo o presidente do clube, a edificação era locada pela Prefeitura Municipal de Varginha.

Previamente, foi verificado que a edificação possuía um processo de segurança contra incêndio e pânico aprovado em análise em 2005 e não possuía Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

Várias irregularidades foram constatadas na vistoria, como fiação elétrica exposta em vários pontos da edificação; portas das rotas de fugas trancadas ou parcialmente obstruídas, extintores vencidos ou descarregados; central de GLP em desacordo com a legislação; sistema de alarme de incêndio inoperante; sinalização e iluminação de emergências parcialmente instaladas; ausência de corrimãos nas escadas; guarda-corpos em desacordo; largura de acessos inferior ao aprovado.

Além das irregularidades, foram observados, durante a vistoria, vários materiais combustíveis acondicionados próximo ao telhado, local em que apresentava fiação exposta.

Regularização

Segundo o Corpo de Bombeiros, “para regularização e desinterdição, os responsáveis pela edificação deverão atualizar o projeto de segurança contra incêndio e pânico e, após a sua aprovação, executar todas as medidas preventivas previstas, solicitando a vistoria de liberação em seguida. Aprovadas as medidas de segurança nesta vistoria, a edificação recebe o AVCB e a consequente desinterdição”, anunciaram por meio de um comunicado.

Segundo a prefeitura (confira a nota abaixo), adequações necessárias para a regularização do imóvel são responsabilidade do proprietário do imóvel interditado e que ele arcará com as despesas.

Jogadores transferidos

Os jogadores do Boa Esporte foram remanejados para o Hotel Fenícia, localizado na Praça Getúlio Vargas, no Centro. As despesas da hospedagem dos jogadores também ficarão por conta do proprietário do imóvel interditado, segundo a prefeitura.

Nota da Prefeitura

A Prefeitura de Varginha vem a público esclarecer que, com com a interdição do prédio localizado na Avenida Princesa do Sul, 28, anteriormente utilizado como Hotel, que hoje hospeda os atletas do Boa Esporte,  os jogadores já foram transferidos para o Hotel Fenícia. As despesas correrão por conta do proprietário do imóvel interditado, inclusive das adequações necessárias para a regularização do imóvel, conforme exigências do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. 

Campeonato Mineiro

O Boa está disputando o Campeonato Mineiro e irá disputar a Série C do Brasileiro. A equipe está em quarto lugar na tabela do Estadual, faltando apenas duas rodadas para o fim da primeira fase, e pode disputar as quartas de final em casa, caso permaneçam no G4.

Na próxima rodada, no sábado (16), a equipe de Varginha viaja até Patrocínio, onde enfrenta o Patrocinense às 17h.

Fotos

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Corpo de Bombeiros militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *