Guarda Municipal vai atender denúncias de focos do Aedes aegypti em Varginha,

A Guarda Municipal (GM) de Varginha, vai atender denúncias de criadouros e possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do vírus da zika e da febre chikungunya. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 153, da Guarda Municipal, e a ligação é gratuita.

Segundo o chefe da Guarda Municipal, Gerson Alves da Trindade, situações como lote vago, imóvel abandonado, lixo acumulado, caixa d´água sem tampa, calhas entupidas, piscinas sem tratamento, depósitos de ferro velhos e desmanche de veículos com possíveis focos de dengue podem ser denunciados.

“Nós temos uma parceria com a zoonoses, e 20 guardas vão ser treinados e serão multiplicadores para o restante do efetivo”, explica.

O guarda municipal irá averiguar a denúncia e, ao constatar a gravidade, vai registrar um boletim de ocorrência simplificado e encaminhá-lo ao setor de zoonoses do município.

Segundo o coordenador da Vigilância Epidemiológica de Varginha, José Donizete, foram encontrados focos do Aedes aegypti em todos os bairros da cidade e equipes do setor fazem um trabalho intenso para controlar a situação.

Ainda de acordo com a Guarda Municipal, as denúncias também podem ser feitas diretamente pelo telefone da Vigilância Epidemiológica, no número (35) 3690-2230.

A Guarda Municipal (GM) de Varginha (MG) vai atender denúncias de criadouros e possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti
A Guarda Municipal (GM) de Varginha vai atender denúncias de criadouros e possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti. Foto: Blog do Madeira

G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *