Funkeira Tati Zaqui se apresenta pela 1ª vez em Varginha neste sábado

Cantora concedeu entrevista exclusiva ao CSul sobre show que fará na Gold e sobre carinho pelo público LGBT

A cantora de funk Tati Zaqui, que ganhou o território nacional em 2014, estará se apresentando em uma casa de shows em Varginha neste sábado (6), pela primeira vez. A funkeira, nascida em São Caetano do Sul em 1994, emplacou sucessos que ganharam o público e que vêm fazendo com que ela cresça no mundo da música e ganhe também seguidores e fãs pelo mundo a fora.

Em julho de 2015, aos 21 anos, a cantora estrelou a revista Playboy e chamou muita atenção por sua beleza e seu estilo de vida. Em entrevista para a Quem declarou-se bissexual: “Antes, quando eu olhava para uma menina, ela demorava para entender o que eu queria. Agora, as meninas já sabem que estou olhando por algum motivo”, declarou Tati, que também disse ter muito carinho pelo público LGBT.

Em 2018, Tati foi eleita a mulher mais sexy em uma votação popular. Neste ano de 2019, a funkeira lançou o single ‘Na na ni na Não’, que está na boca e no corpo da galera, que canta e dança mais um sucesso de uma das maiores cantoras do país, atualmente.

Gold

A apresentação de Tati Zaqui acontece na Gold, neste sábado (6), a partir das 23h. Os ingressos podem ser adquiridos pelos comissários que podem ser encontrados abaixo. No camarote haverá open bar de vodka com citrus até às 2h.

Instagram da Gold – https://www.instagram.com/goldplay.vga/?hl=pt-br
Facebook da Gold – https://www.facebook.com/goldplayvga/

Entrevista exclusiva

O CSul conversou com Tati Zaqui que mostrou entusiasmo para a apresentação que será feita na casa noturna em Varginha, sua primeira na terra do ET. Ela comentou ainda sobre sua influência na música e carreira internacional que pode ter surpresas em breve. Confira:

O funk tem cada vez mais conquistado o Brasil, se tornando uma febre nacional, assim como sua carreira, que vem crescendo e ganhando cada vez mais fãs. Como você explica esse sucesso?
Dedicação e força de vontade! 5 anos rodando o Brasil graças ao ótimo show que fazemos por onde passamos! A comunicação com os seguidores também é algo essencial.

Quando foi que você se viu no mundo funk? Como foi que você iniciou sua caminhada na música?
2014 foi onde tudo começou, fiz um funk homenagem e desde então ganhei o publico que foi crescendo.

Algum artista te influenciou e te motivou a chegar até onde você sonhava?
Na minha vida fui muito fã da Dulce Maria, acredito que inicialmente fui muito influenciada por ela sim, mas hoje em dia sou bastante autentica na forma de agir e de fazer as coisas que pretendo fazer!

Desde que você assumiu sua bissexualidade, seus fãs te elogiam e seguem seus exemplos de uma defensora da causa LGBT. Como você tem lidado com isso e o que você busca passar ao seu público?
Eu gosto de viver a minha vida e fazer as coisas que tenho vontade, independente de como os outros possam me julgar! Tenho muito carinho pelo publico LGBT que sempre me abraçou por onde passei.

Há algo ainda que você espera conquistar na sua carreira, algum sonho, algum lugar que queira conhecer?
Eu espero conquistar muitas coisas, recentemente fiz turnê na Europa que já era algo que eu sonhava muito, em breve Japão e assim eu espero que seja minha carreira… Que tenha progresso a cada dia!

Essa será sua primeira vez na terra do ET. O que o público de Varginha-MG pode esperar do show de uma das maiores cantoras brasileiras?
Podem esperar mais uma noite animada pra entrar na lista deles, primeira vez sim e é muito bom quando vou pela primeira vez a algum lugar, gosto de sentir a energia e posso dizer que estou muito ansiosa. 💁🏽‍♀

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Reprodução Google/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *