Flyways entra no mercado regional e poderá operar voos em Varginha

Aeroporto

Conforme o Diário Correio do Sul anunciou na última sexta-feira (09), a empresa Flyway começou a operar o mercado de aviação regional em Minas.  Com isso, aumenta a possibilidade de Varginha  entrar na rota da empresa. “Estamos em fase final de aprovação junto à Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), mas devemos começar ainda em outubro, com voos para Ipatinga (Vale do Aço) e Uberaba (Triângulo Mineiro)”, afirma o diretor-presidente da Flyways, Pedro Paulo Valverde Pedrosa.

ATR725O diretor-presidente da empresa, anunciou que no plano de negócios, estão municípios como Montes Claros, Varginha, Diamantina, Araxá e Patos de Minas e Governador Valadares.

Segundo o empresário, Pampulha foi escolhido para se transformar em um hub (centro de distribuição de voos) da Flyways devido à relevância logística do terminal. A diretora comercial da companhia, Eliane Galarce, explica ainda que, além da importância e da ociosidade, a compatibilidade com as aeronaves com as quais a empresa vai trabalhar também influenciou na decisão; “Vamos usar o modelo ATR 72-500, com capacidade para 68 passageiros”, afirma Eliane.

Impasse- No último dia 11 de setembro, em uma reunião com autoridades municipais, a empresa multinacional BH Airport, confirmou que fechou contratos com empresas da região, o que era aguardado para que a mesma firmasse o seu compromisso com o município em parceria com a Azul Linhas áreas.

Mesmo com a possibilidade de a empresa Fly Way, operar vôos em Varginha devido a sua entrada no mercado de aviação regional, a BH Airport fechou com a Azul Linhas áreas, devido a contratos internacionais que possui.

No entanto, o impasse para que o aeroporto municipal volte a operar vôos comerciais, estacionou na mesa do governador Fernando Pimentel; já que a empresa opera vôos regionais em dez municípios e depende atualmente da assinatura e entrega de um protocolo, por  parte do governador, para atuar em Varginha. O protocolo a ser entregue, autoriza o subsidio de combustível para empresa atuar nos vôos regionais. Tal subsidio se trata de um convênio entre o estado e a empresa.

Segundo a assessoria de imprensa do Governo Estadual, a ampliação do número de rotas regionais no Estado, está entre as prioridades do governo. Em relação aos voos de Varginha, a assessoria esclarece que o protocolo está sob análise do governador. De acordo com a assessoria, o resultado da análise deve ser divulgado e o governo afirma manter-se inteiramente aberto aos diálogos no sentido de expandir a aviação regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *