Feira da Sustentabilidade atesta ação transformadora do Plano de Desenvolvimento Socioterritorial

No último sábado (8), Varginha recebeu a 1ª Feira da Sustentabilidade, no Centro de Inclusão Produtiva do Novo Tempo.

No conteúdo, o Plano de Desenvolvimento Socioterritorial (PDST) em implantação nos Residenciais Novo Tempo, Cruzeiro do Sul e Carvalhos pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social – SEHAD.

Ação contou com participação dos moradores das referidas comunidades. O vice-prefeito de Varginha, Vérdi Lúcio Melo, fez a abertura solene da Feira.

A Feira demonstrou que os objetivos fixados no cronograma de execução do Plano de Desenvolvimento foram atingidos, a partir do que foi exposto nas seguintes tendas:

  • Tendas 01 e 02: apresentação dos serviços e empreendimentos sociais executados pela Prefeitura, através da SEHAD, Caixa Econômica Federal e Ângulo Social;
  • Tenda 03: ampla e diversificada produção de artesanato decorativo e utilitário, elaborado com produtos recicláveis e matéria prima natural;
  • Tenda 04: roupas da moda customizadas, moda fashion;
  • Tenda 05: hortaliças e legumes orgânicos;
  • Tenda 06: doces, compotas, geleias, biscoitos, trufas, brigadeiros e bebidas espirituosas (licores), referenciados nas tradições e produtos da culinária típica regional e mineira;
  • Tenda 07: bijuterias, originais e criativas elaboradas com produtos recicláveis;
  • Tenda 08: especialmente instalada, e que abrigou a exibição do Grupo de Capoeira de Crianças e Adolescentes, do Coral e Ballet Infantil do Núcleo de Convivência do CRAS e do Grupo de Zumba de Adolescentes dos três residenciais. Ainda, na tenda 08, aconteceu a exibição de gala da bateria da Escola de Samba Bateria Nota Dez.

No interior do Centro de Inclusão, as equipes que concluíram os cursos de Manicure, Pedicure e Design de Sobrancelhas ofertaram os seus serviços para a comunidade, com grande afluência de clientes. Cerca de 25 profissionais habilitados já ingressaram no mercado de trabalho, fortalecendo o resgate do protagonismo da mulher nas comunidades, um dos objetivos do Plano de Desenvolvimento.

Todos os produtos foram confeccionados, elaborados e produzidos por moradores dos referidos residenciais, conforme acentuou o secretário de Habitação e Desenvolvimento Social, Francisco Graça de Moura.

“Comunidade produz para comunidade, comunidade consome o que se produz na comunidade, na perspectiva da geração de renda, emprego e oportunidades de trabalho, fundamentos da sustentabilidade”, ressaltou Francisco Graça Moura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *