Falta de vacinas em postos de saúde preocupa moradores

A falta de vacinas em postos de saúde do Sul de Minas tem deixados pais preocupados nas cidades da região. Em Pouso Alegre, por exemplo, falta a vacina tetraviral, que combate sarampo, caxumba, rubéola e varicela.

Já a filha de 1 ano e 8 meses da balconista Marta de Góes precisa tomar a dose da vacina triviral, mas há cinco meses, a mãe liga no posto de saúde central de Pouso Alegre e recebe a mesma resposta.

“Quando eu não ligo na segunda, eu ligo na terça. [Eles dizem] ‘Não chegou, vai chegar tal dia’. Aí eu ligo tal dia: ‘Chegou, mas acabou’. Aí até questionei: ‘Quantas vacinas que vêm? Porque toda vez que eu ligo, vocês mandam ligar na segunda, que chega na segunda. E eu ligo na segunda e chegou e acabou?’. [Eles respondem] ‘Não, porque está em falta essa vacina, mas vai chegar, vai ligando’. E eu estou ligando”, disse.

A vacina triviral é aplicada em crianças a partir de 1 ano de idade e previne contra o sarampo, caxumba e  rubéola. Outras mães da cidade também alegaram que além da triviral, mais vacinas estavam em falta, como a contra hepatite B e poliomielite.

A EPTV Sul de Minas foi aos postos de saúde da cidade para checar essa informação. Na sala de vacinas e posto de puericultura tem a vacina contra a hepatite B, mas é aplicada somente às quartas e sextas-feiras.  As outras, de poliomielite e tetraviral, estavam em falta.

Falta de vacinas em postos de saúde preocupa moradores do Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)
Falta de vacinas em postos de saúde preocupa moradores do Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)

Outras cidades
Em Poços de Caldas, a primeira dose da pólio está sendo distribuída, já a segunda chega apenas em agosto. As vacinas contra a hepatite A e B também estão disponíveis. Já a vacina tetraviral está sendo substituída pela triviral, mais a vacina isolada contra a varicela.

Na Policlínica Central em Varginha, falta a contra hepatite B, mas as outras estão sendo distribuídas normalmente. Já no posto do bairro Santanta, não tem nenhuma disponível.

Distribuição
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais informou que a vacina contra hepatite B estava em falta, mas o Ministério da Saúde já está regularizando a distribuição, e que no dia 23 de fevereiro, o Estado recebeu 200 mil doses da vacina.

A secretaria disse ainda que a tetraviral também está em falta, mas está sendo substituída pela triviral mais a varicela monovalente até que a distribuição seja normalizada. Quanto à vacina contra a poliomielite, a secretaria informou que não houve falta em momento algum.

Segundo Secretaria de Saúde, distribuição de vacinas já está sendo normalizada (Foto: Reprodução EPTV)
Segundo Secretaria de Saúde, distribuição de vacinas já está sendo normalizada (Foto: Reprodução EPTV)

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *