Estiagem começa a atingir Varginha e região Copasa não descarta manobras operacionais

RIO-VERDENão bastasse o período de retração econômica, a dificuldade enfrentada por comerciantes, empresários, lojistas e a população em geral, a crise hidríca volta assustar os moradores do Sul de Minas.

Nesta semana, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais- Copasa, iniciou racionamento de água na cidade de São Gonçalo do Sapucaí. Segundo a empresa, o período de poucas chuvas e o alto consumo de água devido ao calor estão reduzindo o nível do Ribeirão dos Barretos, que abastece a cidade, provocando intermitências no fornecimento de água em alguns bairros. Para reforçar o abastecimento, a Copasa implantou uma nova captação no açude do Córrego Mata Burros e perfurou três poços profundos. Além disso, realiza manobras operacionais que permitem que a água chegue a todos os bairros.

Segundo os moradores a situação se tornou delicada na cidade, devido a falta de investimento da companhia no município.

No entanto, São Gonçalo não é a única cidade na mira da campanha de economia no Sul de Minas. Em Varginha segundo a Copasa, a baixa no nível do Ribeirão Santana devido a estiagem, levou a companhia  a fazer a complementação do abastecimento da cidade, pelo Rio Verde. Ainda de acordo com a Copasa, caso não chova o suficiente nos próximos meses, manobras operacionais como o racionamento, não estão descartadas para garantir o abastecimento de água em todo município.

A empresa ainda reforça para Varginha e região, a necessidade de consumirem água de maneira consciente, evitando desperdícios.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *