‘El Memorial’: Virou novela. Inauguração do memorial do ET é adiada novamente

memoriall

Não teve jeito, a inauguração do memorial do ET foi adiada mais uma vez pela Secretaria Municipal de Obras. A obra que se tornou uma novela em Varginha,  havia ficado parada por três anos, e foi este ano retomada pelo prefeito Antônio Silva. A inauguração do espaço prevista no início do ano para o mês de outubro, por motivo de atrasos, teve de ser adiada para dezembro. No entanto, a falta de alguns materiais para finalização da obra, acarretou uma série de atrasos e a obra deverá ser entregue em março ou abril de 2016.

Segundo o secretário de Obras, Edson Gabriel Pereira, uma equipe da prefeitura está concluindo a pintura no local, no entanto a falta de materiais gerou alterações, que demandaram uma readequação nas obras e conseqüentemente alterou o  orçamento; “Ainda estamos trabalhando, porém durante a execução encontramos alguns empecilhos  para realizar os acabamentos e tivemos que fazer uma readequação da obra, o que gerou uma e alteração no orçamento. No entanto para essa alteração no orçamento, precisamos do aval da Caixa Econômica, que estamos aguardando.
Já realizamos o fechamento da nave e estamos concluindo a pintura, ficará faltando a execução do piso e alguns acabamentos
“, explica.

Ainda segundo o secretário, com as readequações necessárias, a previsão é que o memorial seja inaugurado somente no próximo ano; “Por conta desses empecilhos, tivemos um pequeno atraso, e provavelmente a empresa responsável pediu um aditivo para finalizar as obras.”, afirma.

MEMORIAL DO ETNovela do ET-  O convênio com o Ministério do Turismo para construção do memorial foi assinado em 2006 e o projeto foi elaborado em 2008 . A obra foi iniciada em 2010, mas por dificuldades financeiras alegadas pela empresa que assumiu o projeto, o memorial foi abandonado em agosto de 2011 sem ser terminado. Com a demora para retomada da obra, a prefeitura quase perdeu a verba do governo federal liberada para a construção. Após isso, atrasos no processo licitatório impediram que a obra fosse retomada ainda em 2013. Em duas licitações, nenhuma empresa apareceu e na terceira, houve problemas na planilha de custos apresentada pela construtora interessada e o processo foi anulado. Somente em 2014, uma empresa venceu a licitação no mês de abril e as obra puderam ser retomadas.

Números e prejuízos- O projeto foi orçado inicialmente em R$ 1,2 milhões, sendo R$828,7mil repassados pelo Governo Federal e R$ 470 mil pelo município. Quando as obras foram paralisadas, cerca de R$ 400 mil já haviam sido investidos na estrutura. A atual empresa responsável pelas obras, havia orçado o trabalho em um custo final complementar de R$ 900.381,93. A estrutura tem dois pavimentos, na parte superior o salão e no piso uma sala administrativa, uma sala de apoio e dois banheiros.

Até então, não foi definido como o prédio será usado pelo município. Entre as alternativas, está a criação de um observatório, um museu com a história do ET ou aproveitar o local para instalar a Secretaria Municipal de Turismo.

MEMORIAL DO ET 01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *