Educadores da rede pública recebem capacitação em Justiça Restaurativa

Na última quarta-feira (28), a Superintendência Regional de Ensino (SER) do estado de Minas Gerais realizou o primeiro encontro da Justiça Restaurativa com educadores da Rede Pública de Varginha e região, na Cidade Universitária do Grupo Unis.

A atividade desenhou uma proposta que busca capacitar os educadores quanto à prática da Justiça Restaurativa para atendimento ao menor infrator, considerando a escalada da violência escolar e o aumento do envolvimento de jovens com o crime.

O encontro contou com a participação de 75 pessoas dentre supervisores, diretores e professores membros do Conselho de Educação Básica do Sul de Minas (CEBSUL), além de autoridades jurídicas, educacionais e representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Varginha.

A violência escolar pode se manifestar de muitas formas. Além do conflito na relação entre professor e aluno, com agressões físicas e verbais, pode haver violências diversas dentro do ambiente das escolas, como depredação ao patrimônio ou mesmo uma violência da própria instituição em relação aos estudantes.

Segundo especialistas, trata-se de uma questão complexa, que reflete no desenvolvimento dos alunos e tem alcançado números alarmantes em várias partes do mundo, inclusive no Brasil.

A prática da Justiça Restaurativa tem se expandido pelo país. Conhecida como uma técnica de solução de conflitos que prima pela criatividade e sensibilidade na escuta das vítimas e dos ofensores, a prática tem iniciativas cada vez mais diversificadas e já coleciona resultados positivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *