Doação de sangue: Em Varginha, cadastro de doadores espontâneos preocupa baixa no estoque

doar-sangue-s200x200Todos os dias milhares de brasileiros necessitam de doações de sangue para a realização de transplantes, cirurgias e atendimentos de urgência. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a média ideal de doadores de sangue é de 3% a 5% do total da população de um país. No Brasil, a média tem sido de 1,9% nos últimos cinco anos. Uma bolsa de sangue de 450 ml pode beneficiar de três a quatro adultos, sendo dividida em quatro partes, entre hemácias, plaquetas, plasma fresco e congelado, além do crioprecipitado.

Varginha

Em setembro do ano passado, a falta de sangue fez a direção do Hospital Regional, em Varginha, remarcar cirurgias. Segundo a instituição, são utilizadas cerca de 500 bolsas ao mês, mas a reposição é de apenas 10%.

Varginha não tem banco de sangue e a coleta é realizada apenas uma vez por semana, toda segunda-feira das 07:00 ao meio dia. Segundo a enfermeira responsável pelas coletas, Janaina Vieira; “infelizmente ainda é inviável ter mais dias na semana para ser realizada as coletas, devido o serviço publico ser conveniado ao Hemocentro de Poços de Caldas”.

Durante a realização da coleta na segunda-feira, cerca de 110 candidatos são cadastrados, mas segunda Janaina, é muito importante a conscientização da população, pois 90% dos doadores são direcionados, ou seja, a doação é encaminhada a um paciente em especial, e a falta de doadores espontâneos, alerta para a falta de estoque. não

Para doar

Os requisitos básicos para a doação de sangue são: portar documento oficial de identidade com foto (RG, Carteira Profissional, Carteira de Habilitação), estar em boas condições de saúde, ter entre 18 e 69 anos (maiores de 16, que ainda não completaram a maioridade, podem doar desde que com o consentimento formal dos pais), estar alimentado, porém evitar refeições pesadas (gordurosas) e pesar mais de 50 quilos.

Procedimentos

Antes da coleta de sangue, o doador passa por processo de triagem que consiste em alguns exames e entrevista, a fim de que seja assegurada maior segurança ao doador e minimizado o risco de transmissão de doenças para os pacientes que receberão as transfusões. O sangue coletado passa depois pelos testes de tipagem sanguínea, hemoglobina, hepatites B,C,HIV I e II, HTLV I e II, Sífilis e Doença de Chagas. O sangue então é separado por hemocomponentes e distribuído aos hospitais para atendimento de casos de emergência e pacientes internados. O material tem prazo de validade de 35 dias.

Varginha não tem banco de sangue e a coleta é realizada apenas uma vez por semana, toda segunda-feira das 07:00 ao meio dia
Varginha não tem banco de sangue e a coleta é realizada apenas uma vez por semana, toda segunda-feira das 07:00 ao meio dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *