Compir reúne centenas de pessoas na Praça Getúlio Vargas durante 3ª Arte e Cultura Negra

No último sábado (7), a Praça Getúlio Vargas, no centro de Varginha, foi palco do 3ª Arte e Cultura Negra. O evento, realizado pelo Compir – Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, tem o objetivo de levar a arte e cultura negra para a praça.

Desde às 16h, bandas e grupos se apresentaram na praça, que reuniu centenas de pessoas. As apresentações ficaram por conta da Capoeira Nova Visão, Maracatu, Dj Gil, Dança de Samba Rock com Erika Tobias, Grupo Samba da Hora e Ezão do Rap, finalizando o evento.

Para o presidente do Compir, Osvaldo Marcelino (Vadinho), “na Praça Getúlio Vargas há um monumento com referência aos 100 anos da Abolição, do prefeito Dilzon Mello. O Compir resolveu assumir de fato aquele momento e fazer divulgação da cultura afro-brasileira, a cada mês no local. Neste primeiro, não houve apresentação com justificativa do Candomblé e  Cabelo Afro. O Compir ficou satisfeito com a realização e parabeniza os participantes. Neste primeiro não houve apoio do poder público, mas agradeço o apoio dos vereadores Dudu Ottoni e Buiu do Ônibus”.

Segundo a vice-presidente do Compir, Érica Tobias, “o Arte Cultura Negra na praça para nos é muito importante, nos traz a cultura negra, valorização, através de apresentações, é muito importante que trabalhamos temas da nossa raça. Para mim é um dos principais eventos em Varginha e que fazem as pessoas se sentirem a vontade, cantar, dançar, refletir e se emponderar da sua raça, da sua cultura. Eu como Mãe de um menino negro quero que ele cresça com orgulho de ser negro, de se identificar em eventos. Meu sonho é que um dia fazemos um evento com todos os tipos de raças, culturas, e que todos celebrem juntos a riqueza da nossas culturas”, disse ela.

“Já sofri bastante preconceito por ser negra, pobre e hoje sou feliz por ser vice-presidente do Compir e poder junto com os outros membros lutar pela a Igualdade Racial”, completou Érika.

Membros do Compir Varginha

A vencedora do Concurso Beleza Negra 2018 na categoria 12/17 anos, Brenda Letícia Cândido, também esteve presente no evento, abrilhantando a tarde dos que se reuniram no local para um momento de divertimento e luta pela igualdade.

Érika Tobias, vice-presidente do Compir, e Brenda Letícia Cândido, vencedora do Beleza Negra 2018

Beleza Negra 2019

As mulheres que quiserem participar da disputa do Beleza Negra 2019 devem correr contra o tempo. As inscrições para o 23º Concurso Central Beleza Negra Varginha se encerram no próximo dia 19 de setembro, gratuitamente. Quem quiser se inscrever pode procurar o Instituto Embelleze (Unidade Varginha), na Avenida Rui Barbosa, 200, no Centro, em Varginha.

Serão duas categorias com idades de 12 a 17 anos e 18 a 30 anos. Para as duas campeãs, os prêmios serão um relógio para a primeira categoria e um colar de ouro 18 quilates para a segunda. E todas as candidatas receberão certificado de participação.

Este ano, o desfile acontece no Varginha Tênis Clube – VTC, dia 19 de outubro, e terá início às 20h e encerramento às 2h da manhã. Haverão atrações musicais e serviço completo de bar no local. O ingresso custará R$ 15 na portaria, no dia do evento.

Fotos

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Érika Tobias/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *