Companhias de Reis de Varginha começam a fazer apresentações online

Apresentações ocorrem de forma remota devido à pandemia de coronavírus.

Começam a ser exibidas nesta terça-feira (05), às 18h30, as apresentações das Companhias de Reis de Varginha. Este ano, devido à pandemia da Covid-19, o público poderá acompanhar esta manifestação cultural de fé e devoção por meio do Facebook e YouTube Varginha Cultural e outros canais de comunicação parceiros da Fundação Cultural.

As apresentações prosseguem até sábado (09), sempre às 18h30, e integram o 7º Encontro Anual de Folia de Reis, que é promovido pela Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural e Museu Municipal. O evento está sendo gravado no Theatro Municipal Capitólio e conta com a apresentação de Bruno Menezes, locutor da Rádio Melodia FM.

Neste primeiro dia, apresentam-se as companhias São Marcos, São Jorge e São Lázaro. A abertura contou com a participação do vice-prefeito Leonardo Vinhas Ciacci, que representou o prefeito Vérdi Lúcio Melo; do diretor-superintendente da Fundação Cultural, Marquinho Benfica; e do diretor do Museu Municipal, Lindon Lopes.

Participarão também do 7º Encontro Anual de Folia de Reis as companhias Cardoso e Amigos, Estrela Brilhante, Imaculada Mãe dos Anjos, Irmãos da Fé, Lenço Preto, Nossa Senhora da Guia, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora dos Navegantes, Peões, Rei dos Reis, Reis do Oriente, Santa Cruz, Santo Expedito, São Benedito, São João Batista, São Joaquim, São José e São Miguel.

O vice-prefeito Leonardo Ciacci destacou que, em virtude da pandemia, as festividades não puderam acontecer como nos anos anteriores envolvendo toda a comunidade varginhense. Independente disso, segundo ele, a prefeitura tem dado ênfase para que essa tradição prossiga. “Nós somos eternamente gratos a vocês por estarem preservando parte da nossa cultura e da nossa memória que é riquíssima. Não podemos deixar que ela se disperse. Vocês tem aqui o nosso reconhecimento por este protagonismo, o meu, do prefeito Vérdi e de todos da administração municipal”, destacou o vice-prefeito.

De acordo com o diretor-superintendente da Fundação Cultural, Marquinho Benfica, “essa é uma festa muito importante para nossa cultura, em que os primeiros registros em Varginha são de 1930. As Companhias levam a fé e a devoção aos Santos Reis e ao Menino Jesus do Natal até o dia 06 de janeiro, com cores e alegria às nossas ruas e casas. Este ano, esta mensagem teve que ser passada de modo diferente para a segurança de todos, mas tenho a certeza que nos fortalecerá até que tudo volte a ser como antes”.

Para o diretor do Museu Municipal, Lindon Lopes, que organizou o 7º Encontro, “a Folia de Reis é um patrimônio imaterial de Varginha e do estado de Minas Gerais. Mesmo em um momento tão difícil, decidimos manter as apresentações das companhias e apoiá-las com recursos da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural. É um momento que precisamos manter a fé que será reforçada pelas Companhias de Reis”.

Fonte e foto: Ascom Fundação Cultural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.