Começou hoje em Varginha a Vacinação contra H1N1 e muita gente procurou a Policlínica Central

A campanha de vacinação contra a Influenza começou em Varginha nesta segunda-feira, 18/04, na região urbana e rural de Varginha. A estimativa é de que 30.564 (100%) de pessoas sejam imunizadas durante a ação, que se estenderá até o dia 20 de maio.

DSC_0339
Serão utilizados 7 veículos que ficarão circulando no dia D (30/04), suprindo as Unidades de Saúde, atendendo intercorrências e outras ações que se façam necessárias

Neste primeiro momento o Público Alvo são integrantes do grupo prioritário formado por pessoas com 60 anos ou mais de idade; Trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade; Crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos; Gestantes em qualquer idade gestacional, Puérperas (todas as mulheres no período de até 45 dias após o parto), Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional e grupos portadores de doenças crônicas, não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade. A meta é vacinar 80% de cada um dos grupos prioritários para a vacinação.

Como acontecerá a campanha

A campanha irá contar com Unidades de Saúde (postos de vacinação) na Zona Urbana;
Cinco postos de vacinação na Zona Rural ;
Equipes de vacinadores se deslocarão até o Lar São Vicente de Paula e Vila Vicentina, hospitais, Unidades Prisionais e Pronto Atendimento;
130 profissionais da área de saúde estarão envolvidos na campanha;
Serão utilizados 7 veículos que ficarão circulando no dia D (30/04), suprindo as Unidades de Saúde, atendendo intercorrências e outras ações que se façam necessárias;
Prefeitura de Varginha alerta população para cuidados com a Dengue e H1N1

Cidade já registra 27 casos suspeitos de H1N1

A Prefeitura de Varginha, através da Secretaria Municipal de Saúde alerta a população para os cuidados com a Dengue e com a gripe H1N1, que este ano se antecipou  com o registro, até o momento, de 27 casos suspeitos.  O maior surto de H1N1 na cidade foi em 2012, com 24 casos da doença, seguido de 2014 com 23 casos.  Em Minas Gerais o período epidêmico das doenças respiratórias corresponde aos meses de outono e inverno.

Cuidados com o H1N1:
É instante que as pessoas reforcem as medidas básicas de higiene, etiqueta da tosse, lavagem das mãos, medidas simples que evitam complicações e óbitos. Nos  casos com Síndrome Respiratória com ou sem morbidades e/ou fatores de risco, cabe orientações quanto as meditas de prevenção e protetivas.

Sintomas:

A gripe ou influenza é causada pelo vírus Influenza. Geralmente inicia-se com a instalação abrupta de febre alta, acima de 38 o C, seguida de mialgia, dor de garganta, prostração, dor de cabeça e tosse seca. São sinais e sintomas comuns: o aparecimento súbito de calafrios, mal-estar, cefaleia, mialgia, dor de garganta, artralgia, prostração, rinorreia e tosse seca. Podem estar presentes diarreia, vômito, fadiga, rouquidão e hiperemia conjuntival. As queixas respiratórias tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se, em geral, por três a quatro dias após o desaparecimento da febre. A rouquidão e a linfadenopatia cervical são mais comuns em crianças. A tosse, a fadiga e o mal-estar podem persistir pelo período de uma a duas semanas e até por mais de seis semanas.

O período de incubação dura de um a quatro dias. A transmissibilidade em adultos ocorre principalmente 24 horas antes do início dos sintomas e em até três dias após o final da febre. Nas crianças pode durar em média 10 dias e nos pacientes imunossuprimidos por mais tempo.

A gripe pode ocorrer durante todo ano, mas a maioria dos casos ocorre no período epidêmico que dura de 5 a 6 semanas. Neste período, a influenza pode acometer 10 a 40% da população. Durante a epidemia é observado aumento de morbidade e mortalidade principalmente relacionado ao aumento de taxas de pneumonia e outras complicações relacionadas à gripe.

Neste primeiro momento o Público Alvo são integrantes do grupo prioritário formado por pessoas com 60 anos ou mais de idade
Neste primeiro momento o Público Alvo são integrantes do grupo prioritário formado por pessoas com 60 anos ou mais de idade

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *