Chuva em Varginha alaga vários pontos da cidade e deixa desalojados

Redação CSul – Alisson Marques 

Uma forte chuva que caiu no início da noite na última quarta-feira (12), deixou Varginha caótica.

Em vários pontos da cidade, rios transbordaram, houve deslizamentos e pessoas ficaram desalojadas. Quatro casas foram interditadas.

Santa Maria:

Na Avenida dos Imigrantes, o córrego que corta o bairro transbordou e deixou ruas em estado de emergência. Residências próximas tiveram de redobrar a atenção.

Forte chuva deixa bairro Santa Maria em estado de alerta/Foto: Reprodução Redes Sociais 

Santana e Sion:

Nos bairros Santana e Sion o ponto mais afetado foi a Avenida Doutor José Bíscaro, a força da chuva no local deixou alagamentos próximos ao Sesi e Mercado do Produtor.

Força das chuvas assustou moradores da Av.Dr. José Bíscaro/Vídeo: Reprodução Redes Socais 

Mais caos:

A Avenida do Contorno também foi outro ponto atingido. Com alto índice de tráfego de carros e caminhões no local, a atenção precisou ser redobrada.

De acordo com a Prefeitura Municipal, uma casa desabou no bairro Cidade Nova. Outras quatro foram interditadas nos bairros Canaã e Corredor São José.

Casa foi interditada devido ao risco de deslizamento/Foto: Willian Varginha 24hrs

Ainda segundo a Prefeitura, nas avenidas Otávio Marques de Paiva e Plínio Salgado a enxurrada também escoou após o forte volume de chuva. Um muro construído irregularmente também caiu.

O bairro Campos Elíseos também foi um dos mais atingidos por conta das fortes chuvas. A mina do bairro foi soterrada.

Mina ficou soterrada devido as chuvas/Reprodução: Blog do Madeira  

A Vigilância Sanitária de Varginha orienta para a população não consumir águas de mina, principalmente em períodos chuvosos.

Ruas do bairro também ficaram ilhadas devido à um córrego que transbordou

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram 24 atendimentos com situações envolvendo deslizamento de terra, alagamento, vistoria em edificação com risco de desabamento/desmoronamento, vistoria em árvore com risco de queda.

Ao todo 29 pessoas ficaram desalojadas e tiveram de sair encaminhadas para casa de parentes. Não houve registros de mortes.

A prefeitura informou que os reparos serão feitos com prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *