Cemig realiza mutirão de cortes por inadimplência em Varginha

A Cemig está realizando uma nova etapa de mutirões de cortes por inadimplência em diversas regiões mineiras, com o intuito de coibir os atrasos no pagamento das faturas de energia e recuperar R$ 400 milhões em receita. Nesta semana, as ações irão se concentrar em Varginha.
Segundo o superintendente de Gestão da Receita da Distribuição, Hélton Diniz Ferreira, o corte é feito quando o cliente possui débitos com a companhia.
“Após 15 dias de atraso no pagamento da fatura, a ordem de corte do fornecimento já é emitida. A regulação impõe que seja feito o aviso prévio ao corte, que geralmente chega na própria fatura de energia”, afirma Hélton.
Com o objetivo de reduzir a taxa de inadimplência, a Cemig está ampliando os canais de negociação e facilitando o pagamento das faturas em atraso. Atualmente, a empresa possui cerca de 5% de consumidores com alguma pendência financeira, um aumento de quase 50% se comparado a 2015.
Ainda de acordo com Hélton, para evitar a inadimplência, a companhia utiliza diversas ferramentas de comunicação com o consumidor.
“A empresa adota várias medidas para avisar ao cliente: envio de e-mail, mensagem de texto via celular (SMS), notificação por meio de carta, negativação e cobrança via contato telefônico. Ou seja, a Cemig prefere evitar o corte de luz, mas é necessário manter o equilíbrio financeiro da empresa”, salienta.
Helton alerta ainda que, para receber os comunicados da Cemig, é fundamental que o cliente mantenha seu cadastro (celular, e-mail, etc.) atualizado junto à empresa.
“Além disso, para se evitar a inadimplência e oferecer maior comodidade, os clientes podem optar pelo pagamento da conta no débito automático”, reforçou.

Objetivo é coibir os atrasos no pagamento das faturas de energia e recuperar R$ 400 milhões em receita. (Foto: Divinews)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *