Cemig investe R$ 6,3 milhões na ampliação da capacidade da Subestação Varginha 2

Entre 2015 e 2018, a Cemig investiu R$ 396.983.559,25 na implantação de 19 subestações de energia em Minas Gerais.

No Sul de Minas Gerais, foram investidos  R$ 49,4 milhões com a construção de três subestações de Itanhadu, Coqueiral e Elói Mendes. Em Varginha, a Cemig está investindo R$ 6,3 milhões na ampliação da capacidade da Subestação Varginha 2, localizada no bairro Resende.

Além de aumentar a disponibilidade de cargas, as subestações tornam mais estável o fornecimento de energia elétrica. De acordo com o superintendente de Gestão de Ativos da Distribuição da Cemig, Danilo Gusmão, cada nova subestação reduz até dez vezes o risco de queda de energia.

“Essas obras tornam o sistema elétrico muito mais estável e seguro. Isso é percebido por toda a população, que recebe a energia com qualidade e de forma contínua, sem interrupções”, esclarece.

O superintendente esclarece, ainda, que as instalações contam com equipamentos que transformam o nível de tensão com alta confiabilidade, possibilitando a distribuição da energia pelos centros urbanos e zonas rurais.

“Para se tornar adequada ao consumo, a energia passa por transformadores menores, instalados nos postes das ruas. Eles, então, reduzem a tensão para que a eletricidade possa ser entregue nas casas, indústrias e estabelecimentos comerciais”, explica.

Fotos: Varginha Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *