Cemig alerta sobre o uso de artefatos que põem em risco foliões no Banho da Dorotéia

Especialista da Cemig faz um alerta especial para os foliões que vão curtir o Banho da Dorotéia neste final de semana em Varginha: a utilização de itens metálicos durante as festas de carnaval pode causar acidentes com a rede elétrica, mas a exposição ao risco pode ser evitada se a população brincar com responsabilidade.

Segundo o engenheiro de segurança do trabalho Demetrio Aguiar, da Cemig, serpentinas e confetes comumente contêm metal em sua composição e podem causar curto-circuito quando em contato com a rede elétrica, por isso são itens perigosos e não devem ser utilizados no carnaval.

“Quando arremessados, antes de se dispersarem, eles estão concentrados e podem causar danos nas redes e provocar acidentes. Por precaução, as pessoas não devem atirar nenhum objeto em direção aos cabos e equipamentos energizados, nem mesmo os sprays de espuma, que são condutores de eletricidade”, afirma o engenheiro.

Ainda segundo Demetrio Aguiar, desde 2012 vigora em Minas Gerais a Lei 20.374, que proíbe a produção, venda e uso do produto de serpentinas metálicas e seus similares. “Em caso de descumprimento da norma, o estabelecimento comercial pode sofrer uma multa de R$ 6 mil e, em caso de reincidência, o valor sobe para R$ 12 mil”, ressalta.

Fios partidos

Os riscos de choque com fios elétricos partidos nas ruas são outro motivo de atenção. “Ao encontrar um fio caído ao solo, não se aproxime nem deixe ninguém se aproximar do cabo, pois ele pode estar energizado”, orienta Demetrio. Nesse caso, a recomendação da Cemig é que a população acione imediatamente a companhia pelo telefone 116 – que funciona 24 horas por dia – e aguarde a chegada dos técnicos no local.

Canais de atendimento 

Além de o Fale com a Cemig, os clientes podem acionar a empresa por diversos canais de relacionamento disponíveis: Facebook (/cemig.energia), Twitter(@cemig_energia), Telegram (@CemigBot) e Cemig Atende (www.cemig.com.br/atendimento).

Em caso de perigo, a população também pode acionar gratuitamente o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Militar: o telefone dos Bombeiros é 193 e o da PM, 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *