Casos de dengue confirmados em Varginha são quase 800% maior que em 2015

caosCom a chegada das chuvas e o aumento significativo da temperatura, o aumento expressivo dos casos de dengue em Varginha, em relação ao ano de 2015, foram sentidos. A Prefeitura de Varginha, por meio do Setor de Vigilância Ambiental no Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Virus, solicita a população que redobre suas atenções nas ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti.

Em Outubro de 2015, foram 05 casos de dengue confirmados, sendo que este ano, neste mesmo mês, até a presente data já são 39 casos confirmados da doença, espalhados por 16 bairros da cidade. Em 2015 foram 2.058 notificações e este ano, até a presente data, já  são 5.137 casos notificados.

“Pedimos que a população faça sua parte, recebendo os Agentes em seus imóveis mesmo se forem considerados limpos e higienizados, pois a visualização do agente no imóvel e nos imóveis vizinhos é fundamental para um bom tratamento mecânico. Solicitamos também aos proprietários de lotes vagos, imóveis abandonados, e que estejam a venda ou para alugar, que mantenham esses locais limpos sem água estagnada”, disse José Donizete Souza, encarregado do Setor Vigilância Ambiental .

A população também pode cooperar encaminhando denúncias de caixa d’ água sem tampa ou com tampa trincada, piscinas sem manutenção ou tratamento, tonéis com água parada em construções ou reservatórios de água chuvas, calhas entupidas e acúmulo de lixo, para o e-mail denguedenúncias@varginha.mg.gov.br ou para o (3690-2230) – (Setor Combate à Dengue) ou 153 (Guarda Municipal), quando possível enviar relatório fotográfico (via e-mail).

Em Outubro de 2015, foram 05 casos de dengue confirmados, sendo que este ano, neste mesmo mês, até a presente data já são 39 casos confirmados da doença, espalhados por 16 bairros da cidade
Em Outubro de 2015, foram 05 casos de dengue confirmados, sendo que este ano, neste mesmo mês, até a presente data já são 39 casos confirmados da doença, espalhados por 16 bairros da cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *