Aposentado transforma depósito de lixo em área de preservação

Uma Área de Preservação Ambiental (APA), localizada no bairro São Joaquim, em Varginha, ganhou cara nova e passou de depósito de lixo para uma área de lazer. O responsável pela transformação da área é um morador do bairro que, há cinco anos, arregaçou as mangas para que a sujeira do local desse espaço para o verde. Inclusive, já foram plantadas,  em torno de, 150 árvores no espaço. Além disso, conseguiu salvar um jacarandá, árvore centenária, que quase morreu.

“Ela não estava totalmente caída, mas estava quase morrendo, pois estava com uma parte condenada. Daí eu resolvi enterrar o pé dessa árvore e curbrir as raízes, e deu certo”, conta o aposentado.

A ideia partiu do aposentado Gilberto Ferreira da Silveira que, nesse tempo, investiu quase R$ 30 mil no local. Ele abraçou a causa e continua fazendo de tudo para manter o local limpo e conservado. Inicialmente, o trabalho era feito em uma área de 800 m². Hoje, a comunidade ajuda a manter uma área cinco vezes maior. E, até uma capelinha em homenagem a São Joaquim, padroeiro do bairro, foi construída.

Toda a água usada no espaço vem de seis nascentes, que brotam na mata. E, é ela, que alimenta a horta livre de agrotóxicos. As verduras são vendidas por um valor simbólico para ajudar a comprar novas mudas.

Depósito de lixo virou área de preservação ambiental após ação de aposentado em Varginha (Foto: Reprodução EPTV)
Depósito de lixo virou área de preservação ambiental após ação de aposentado em Varginha (Foto: Reprodução EPTV)

 

O aposentado já tem autorização da Prefeitura Municipal para manter o espaço. Mas o sonho não para. Agora, ele pretende construir uma Associação de Moradores. “Eu acho que aqui merece mais coisas, então nós estamos empenhados de criar uma associação e um conselho de moradores. Além disso, estamos vendo com a prefeitura para doarem o terreno para que possamos construir a sede do conselho”, explica o aposentado.

E quem vive aqui, garante, é um privilégio ter uma área dessa como vizinha. “Ficou muito mais bonito, muito mais limpo, onde era para ser um lixão, hoje temos essa área linda pra nós”, conta Paulo Ongaro Juventino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *