Suspeito de manter laboratório de refino de cocaína é preso em Carmo da Cachoeira

Suspeito estava foragido há cerca de uma semana.

Redação CSul/Foto: 24º BPM

O suspeito de ser o proprietário de um laboratório de refino de cocaína localizado na zona rural de Carmo da Cachoeira, foi preso pela Polícia Civil. O homem de 30 anos, estava foragido desde que o laboratório foi desmantelado pela Polícia Militar.

Na ocasião, a PM chegou até o local após denúncia de caça e tráfico de animais silvestres.

No local, os policiais avistaram um pássaro silvestre preso em uma gaiola, além de um alçapão e outras gaiolas vazias. A PM solicitou os documentos de identificação do casal que moravam na propriedade em companhia de mais três filhos menores de idade.

No momento em que o suspeito foi buscar os documentos, a guarnição avistou um laboratório de refino e embalagens de cocaína.

No local foram localizados: 26 mil papelotes de cocaína, uma pistola calibre 380, nove munições, eletrodomésticos, aparelhos celulares e outras embalagens. O homem fugiu, entretanto, sua companheira foi presa.

Desconfiados, os militares foram no imóvel no dia seguinte e, com a ajuda de cães farejadores localizaram mais drogas. O material dessa vez estava escondido em um tambor, dentro de um paiol. Foram apreendidos mais 40 quilos da droga.

Droga estava dentro de um tambor soterrado no paiol da propriedade/Foto: 24º BPM

Além do homem, sua esposa, de 28 anos, também foi presa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *