Setor de zoonoses opera com falta de recursos em Passos

O risco de sofrer uma nova epidemia de dengue é preocupante na cidade de Passos, o setor de zoonoses opera com falta de recursos e materiais em. Desde o início do ano, já são 67 notificações de casos suspeitos, além de uma morte por causa da doença.
No ano passado, a prefeitura fez um investimento de R$ 200 mil no setor, mas o dinheiro não foi suficiente para melhorar as condições no local.
Os funcionários trabalham em um laboratório improvisado e as análises são feitas ao lado da cozinha, apenas 5 dos 11 carros são usados e duas das 7 bombas de fumacê funcionam.
De acordo com o coordenador do local, ainda faltam profissionais e condições básicas para que os agentes trabalhem.
Código de Saúde não foi aprovado
Em outubrodo último ano, a prefeitura encaminhou à Câmara Municipal um documento para criação de um código de saúde no município. O projeto previa contratação de um profissional de autoridade sanitária, que deveria entrar em locais fechados e emitir multas para os proprietários, caso fossem encontrados focos do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue.
Todavia, foi reprovado pelos vereadores, que avaliaram que o documento exigia criação de novos tributos e cargos sem estabelecer nenhum critério.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *