Rodrigo Ribeiro Pereira assume Regional Sul do Sebrae Minas

A partir deste mês, o engenheiro elétrico Rodrigo Ribeiro Pereira assume a gerência da Regional Sul do Sebrae Minas. Pós-graduado em Gestão, Inovação e Competitividade para Arranjos Produtivos Locais e com especialização em Gestão Executiva de Negócios, Rodrigo está no Sebrae desde 2006.

Apresentação oficial foi realizada nesta segunda-feira (12), e contou com a presença do prefeito de Varginha, Antônio Silva e seu vice Vérdi Melo; o secretário municipal de desenvolvimento econômico, Pedro Gazzola, representantes do CREA, Sinduscon, AVEA, Agenda 21, entre outros.

Em seu pronunciamento o prefeito Antônio Silva deu as boas vindas ao novo gerente, colocando a prefeitura à disposição para projetos de interesse público. “Sempre tivemos um ótimo relacionamento com a equipe do Sebrae pelo seu dinamismo  e engajamento para com o desenvolvimento de Varginha e assim permaneceremos”, concluiu.

Até 2016, atuou como analista na Microrregião Vale da Eletrônica, com sede em Santa Rita do Sapucaí e, no último ano, esteve à frente da Regional Centro-Oeste e Sudoeste, a mais nova unidade administrativa do Sebrae Minas no estado, sediada em Divinópolis.

“Sou nascido no Sul de Minas, de Conceição do Rio Verde, e estou feliz e motivado a novamente trabalhar aqui”, afirma.

Rodrigo Ribeiro identifica três pilares como base do seu trabalho no Sul de Minas em 2018: inovação, educação empreendedora e políticas públicas. Para esse ano, a Regional Sul trabalha projetos nos segmentos de agronegócios (café, leite e mel); indústria (segurança eletrônica e malharias) e comércio e serviços (bares, restaurantes e construção civil), com expectativa de investimentos de aproximadamente R$ 8 milhões.

Nesse cenário, o gerente tem a meta de realizar 20 mil atendimentos na Regional Sul – 50% presenciais e o restante por meio de ações, capacitações, consultorias e eventos promovidos pelo Sebrae – atingindo 100% dos municípios da regional. Para alcançar tais objetivos, Rodrigo conta com a equipe de 63 colaboradores, além de profissionais terceirizados e parceiros.

A Regional Sul do Sebrae Minas é a maior em número de municípios, com 136 cidades distribuídas em oito microrregiões: Alfenas, Itajubá, Lavras, Mantiqueira, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Vale da Eletrônica e Varginha (sede).

A área tem 2,4 mil habitantes, 11,4% da população de Minas Gerais, sendo a terceira maior regional em termos populacionais. Com extensão territorial de 43, 3 mil km2, corresponde a 7,4% da área total do estado, segundo dados de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A região ocupa, ainda, a terceira colocação entre as regionais com maior relevância econômica: o PIB de 2014 foi de aproximadamente R$ 55 bilhões (10,6% do total de Minas). No ano passado, a Regional Sul realizou 35,8 mil atendimentos, atingindo 74,4% dos municípios da área de abrangência.

MPE e MEI

O Sebrae oferece orientação a quem deseja abrir, diversificar ou ampliar um empreendimento, além de desenvolver projetos e articular para a disseminação e criação de políticas públicas que favorecem o crescimento das micro e pequenas empresas (MPE) e dos microempreendedores individuais (MEI).

De acordo com um levantamento feito pela instituição com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Minas Gerais teve o segundo melhor saldo de empregos gerados pelas MPE no país em 2017, 36.055 vagas.

De janeiro a dezembro, as micro e pequenas empresas mineiras contrataram 1.070.991 trabalhadores e demitiram 1.034.936. O resultado ficou abaixo apenas dos índices de São Paulo, que obteve um saldo de 54 mil empregos gerados pelas MPE no ano.

No Sul de Minas, Varginha e Alfenas estão entre as dez cidades do estado que mais geraram empregos pelas MPE, com saldo de 773 e 693 vagas, respectivamente. A região é a terceira no estado em número de MEIs, com 96.899 mil formalizados, o que representa 11,37% do total estadual.

Pouso Alegre (6.220), Varginha (6.020) e Poços de Caldas (5.903) são as três cidades da região com o maior número de microempreendedores individuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *