Projeto determina retorno de cobradores ao serviço de transporte coletivo em São Sebastião do Paraíso

No município de São Sebastião do Paraíso, um projeto de lei foi aprovado na Câmara de Vereadores, exigindo a empresa que presta serviço de transporte coletivo na cidade a recolocar cobradores nos ônibus. A função foi inicialmente retirada porque a Viação Cidade dos Ipês alegou falta de verbas.

Aprovação do projeto aconteceu em sessão ordinária realizada no dia 1º de abril, proibindo a não utilização do cobrador em dias úteis e aos sábados; a ausência continua permitida nos domingos e/ou feriados. O descumprimento da lei implica em notificação, multa.

Projeto teve iniciativa depois que moradores passaram a reclamar da piora na prestação de serviços causada pela mudança. De acordo com eles, o motorista, que passou a ter que fazer as cobranças, acaba perdendo tempo com a função, o que causaria atrasos nas viagens, além de tirar a atenção das ruas.

O projeto para exigir que a empresa a tenha cobradores nos ônibus foi aprovado por unanimidade pelos vereadores. Cerca de 90 mil pessoas dependem do transporte público na cidade, que tem uma tarifa de R$ 2,80.

Licitação

Foi aberto pela prefeitura do município um processo de licitação para melhorar o transporte coletivo na cidade, mas o problema é que edital esta em andamento há dois anos. Enquanto isso, a empresa está trabalhando em caráter ‘emergencial’ e, a cada três meses, o contrato é renovado.

O que diz a empresa

De acordo com a Viação Cidade dos Ipês, a obrigação de colocar cobradores “afeta na planilha de custos”, o que pode “acarretar um provável aumento tarifário”. A empresa diz ainda que está sem reajuste tarifário há três anos.

Foto: Reprodução/ Jornal do Sudoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *