Prefeitura de Pouso Alegre ameaça fechar comércio caso medidas de prevenção não sejam cumpridas

De acordo com o prefeito, Rafael Simões,”onda de relaxamento” na cidade está cada vez maior.

Redação CSul – Alisson Marques/Foto: Redes Sociais

A Prefeitura de Pouso Alegre informou nessa quarta-feira (24), que caso às medidas de prevenção não sejam cumpridas corretamente o comércio na cidade será novamente fechado. O anúncio foi feito pelo prefeito, Rafael Simões (DEM), em um vídeo publicado nas redes sociais.

De acordo com o prefeito, a onda de relaxamento em relação às medidas de prevenção à Covid-19 está cada vez maior na cidade. “Estamos vendo pessoas idosas sem máscara e sem necessidade nas ruas. Crianças que deveriam estar dentro de suas casas brincando nas ruas. Isso pode ser uma solução muito prejudicial para o futuro.” – disse o prefeito em uma parte do vídeo.

O prefeito ressaltou que não quer alterar o decreto que flexibilizou o comércio na cidade, todavia enfatizou que para isso, a população local deverá seguir as recomendações de saúde, e completou salientando que fechar o comércio seria um retrocesso. “Flexibilizamos o comércio, a economia para que nós não tivéssemos um caos pelo sentido financeiro. Entretanto, a vida está em primeiro lugar. Se as pessoas insistirem um procedimento que afrontam as indicações do decreto e as recomendações para impedir as infecção pelo vírus, eu, lamentavelmente, terei que mexer no decreto e fazer um retrocesso”

Rafael Simões sublinhou o trabalho árduo feito pela Vigilância Sanitária da cidade e terminou fazendo um pedido aos moradores de Pouso Alegre; “As equipes de saúde e vigilância sanitária têm feito um trabalho árduo para manter a nossa cidade dentro de números razoáveis. Lamentavelmente esse número vem aumentando, mesmo que Pouso Alegre ainda está em posição privilegiada se comparado com outras cidades do estado. No entanto, estamos percebendo que as pessoas estão relaxando quanto aos cuidados necessários para a prevenção da Covid-19.”

“Nesse primeiro momento, queremos pedir que você tenha consciência, se preserve. Entendemos que não tem documento que podemos fazer para inibir você, a não ser a sua consciência. Peço, mais uma vez, se não precisa trabalhar, fica em casa. Se tem que sair na rua, use máscara. Não tem que ficar em barzinho até madrugada, como tem acontecido. Porque, do contrário, teremos que fechar esse tipo de comércio. E é o que não queremos. Porque sabemos que vai gerar desemprego. Mas a saúde em primeiro.” terminou, o prefeito.

Com informações: Portal Terra do Mandu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *