Polícia investiga autoria de atos de vandalismo no Centro de Itajubá

A polícia investiga a autoria da depredação que danificou uma escultura no Centro de Itajubá (MG). Batizada de “Gaia”, uma referência ao mito grego da “Mãe Terra”, a obra de arte foi parcialmente arrancada do local na madrugada de sexta-feira (10). O ato de vandalismo foi filmado e divulgado em redes sociais.

Nas imagens, um grupo de pessoas aparece em cima da escultura feita com peças de bicicleta e trator. Um globo, feito com quadros de bicicleta e pesando 150 Kg, foi retirado e abandonado em frente a uma agência bancária.

No dia em que o vandalismo aconteceu, a Guarda Municipal informou que trabalhava apenas com uma equipe na rua e atendia outra ocorrência. A Polícia Militar acredita que os autores da depredação tenham saído de uma festa universitária que acontecia na cidade e diz já ter alguns suspeitos.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram pessoas subindo em escultura no Centro de Itajubá, MG (Foto: Reprodução/EPTV)
Imagens divulgadas em redes sociais mostram pessoas subindo em escultura no Centro de Itajubá, MG (Foto: Reprodução/EPTV)

Repercussão
“Eu vi o ‘post’ e achei um ato de vandalismo. Até comentei que os jovens de hoje estão perdidos”, comentou a dona de casa Rosimeire Seriani.

“É um patrimônio público, né? Não pode acontecer isso”, disse o estudante Heitor Figueiredo.

Para o artista plástico Reginaldo Figueiredo, que há 15 anos doou “Gaia” para o município, sobrou a decepção. “Uma obra de arte é como um filho da gente e você vê aquela depredação, aquela barbárie”, lamentou.

Globo feito com quadros de bicicleta foi arrancado de escultura no Centro de Itajubá, MG, na sexta-feira (10) (Foto: Reprodução EPTV/Tarciso Silva)
Globo feito com quadros de bicicleta foi arrancado de escultura no Centro de Itajubá, na sexta-feira (10) (Foto: Reprodução EPTV/Tarciso Silva)

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *