Movimento Bem Nascer promove encontro para conversar com as gestantes em Carmo do Rio Claro

As gestantes de Carmo do Rio Claro estão convidadas para a Roda Bem Nascer, promovida em parceria entre o CRAS – Centro de Referência em Assistência Social e o Movimento Bem Nascer, fundado e coordenado pela carmelitana, a jornalista, Cleise Soares. Será dia 27 de Fevereiro (4ª feira), às 17 horas, na sede do CRAS, localizado à Rua Campista César, nº 40, Centro.

Cleise Soares é professora de Yoga e vai dar dicas práticas para o trabalho de parto. A entrada é gratuita. A roda será realizada na sede do CRAS. Dessa forma,, trata-se de uma roda de conversa entre as gestantes sobre a gestação e o trabalho de parto. Tem o objetivo abrir espaço para que a gestante possa falar sobre suas dúvidas, medos e sonhos e  reduzindo o stress. Dessa forma, se tranquilizando para a vivência do nascimento. Esta roda é realizada mensalmente em Belo Horizonte desde 2001.

Projeto Doulas

O Movimento Bem Nascer está implantando em Carmo do Rio Claro também o Projeto “Doulas da Vó Beatriz”. O objetivo é formar doulas comunitárias que possam fazer um trabalho voluntário em Carmo do Rio Claro, dando acolhimento e acompanhando as gestantes em trabalho de parto. “A palavra Doula significa ‘Mulher que ajuda outra mulher em trabalho de parto’. Ela não tem uma atuação técnica, está ali para confortar a gestante. Da próxima vez, faremos a chamada das doulas, mulheres que desejam ocupar parte do seu tempo dando conforto a outras mulheres”, explicou a jornalista.

Por que Doulas da Vó Beatriz?

Beatriz Pereira é minha avó, mãe da minha mãe, Nivalda Pereira, Nilson/Nelson/Naíde/Neusa Pereira. Ela era uma espécie de doula. Para cada gestante que engravidava, ela levava a imagem da Nossa Senhora do Bom Parto. Além de um cinto para amarrar na cintura e as Pílulas do Frei Galvão. Ou seja, pequenos comprimidinhos feitos a partir da oração escrita em letras miúdas, que a própria Vó Beatriz escrevia. “Quero aqui homenageá-la, porque vim a entender que minha missão é a continuidade da dela”, explicou Cleise Soares.

Fonte: Portal Onda Sul / Foto: Prefeitura de Carmo do Rio Claro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *