Morre vereador baleado após briga com comerciante por som alto

Morreu na madrugada deste domingo (28), o vereador João Lázaro Moreira (PR), de Cachoeira de Minas. O político estava internado no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre. João Porco, como era conhecido na cidade, estava internado desde o último dia 21, após ser baleado durante uma briga com um vizinho que é comerciante, dono de um bar.

O comerciante que fez os disparos ainda não se apresentou à polícia e é considerado foragido.

Entenda o caso
O vereador de Cachoeira de Minas, foi internado em estado grave depois de ser baleado após uma discussão. De acordo com a Polícia Militar, o autor dos disparos seria um comerciante com quem João Lázaro Moreira (PR), o João Porco, já havia se desentendido.

O som alto do bar de Jezuel Garcia Ferreira incomodou o vereador, que da varanda da própria casa resolveu protestar de uma forma inusitada. Imagens feitas pelos moradores mostraram João Porco aparecendo completamente nu. Mulheres e crianças observam viram a cena, e a Policia Militar foi chamada.

Antes de atirar, comerciante jogou o carro em cima do veículo do vereador (Foto: Reprodução EPTV)
Antes de atirar, comerciante jogou o carro em cima do veículo do vereador (Foto: Reprodução EPTV)

“O vereador, em protesto, acabou tirando a roupa, até mesmo para chamar a atenção da polícia e alguma providência ser adotada. A polícia compareceu no local, levou todos os envolvidos para o destacamento, e foram tomadas as medidas de praxe pela Polícia Militar. Logo em seguida, eles foram liberados”, explicou o delegado Daniel Leme Amaral.

Logo em seguida, foi a vez do comerciante agir. Segundo a polícia, Ferreira pegou o carro e jogou contra o veículo do vereador. Depois ainda foi além. “Logo em seguida à colisão, o Jezuel desceu do veículo, sacou a arma de fogo, efetuou quatro disparos em direção ao vereador”, completou o delegado.

Os disparos atingiram a cabeça e o peito do vereador. Ele foi internado em estado grave no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre.

Esta não foi a primeira vez que o vereador e comerciante viraram caso de policia. Em 2014, um boletim de ocorrência já havia sido registrado entre os dois. Jéfferson Gabriel Ferreira, que é filho do comerciante, diz que o pai só atirou porque a família sofreu ameaças.

“Antes desse fato dele ter atirado, esse João Porco, conhecido por todo mundo vereador, já tinha [feito] ameaças até mesmo contra a minha avó. Ameaçou a minha vó de morte, ameaçou meu pai, e saiu com cabo de enxada, ameaçando todo mundo, gritando”, afirmou.

Vereador morreu depois de ficar internado após ser baleado em Cachoeira de Minas (Foto: Reprodução EPTV)
Vereador morreu depois de ficar internado após ser baleado em Cachoeira de Minas (Foto: Reprodução EPTV)

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *