Ministério Público deflagra operação contra quadrilha especializada em explosões de agências bancárias no Sul de Minas

Mandados estão sendo cumpridos em Divinópolis, Francisco de Sá e Itaúna.

Redação CSul/Foto: Ilustrativa

O Ministério Público de Minas Gerais através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagra na manhã desta sexta-feira (31), uma operação visando prisões de integrantes de uma quadrilha especializada em explosões de agências bancárias na região.

Ao todo, nove mandados de prisão preventiva e 10 de busca e apreensão estão sendo cumpridos. Os mandados foram expedidos pelo juiz da 2 Vara Criminal de São Gonçalo do Sapucaí. As investigações duraram cerca de seis meses e foram realizadas pelo Gaeco de Pouso Alegre.

Segundo o Gaeco, os investigados residem em Divinópolis e estão ligados à ataques em pelo menos quatro agências em cidades do Sul de Minas somente em 2020. Os alvos dos criminosos foram as cidades de Campo Belo, Elói Mendes, Pedralva e São Gonçalo do Sapucaí.

Além de Divinópolis, estão sendo cumpridos mandados em Francisco Sá e Itaúna.

Até o momento dessa publicação não havia informações de presos e materiais apreendidos.

Com informações: Terra do Mandu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *