Integrantes de quadrilha que destruiu bancos em Passos são presos na região de Campinas

Neste sábado (14), seis pessoas foram presas em Sumaré (SP) suspeitas de terem participado dos assaltos em agências bancárias de Passos. Segundo o delegado regional de Passos, Marcos Pimenta, a quadrilha é investigada desde janeiro de 2018. A Polícia Civil de Passos continua as investigações na busca por mais integrantes da quadrilha

Após os ataques da última semana, a polícia iniciou as investigações para tentar localizar os suspeitos. “A Polícia Civil de Passos passou a trocar informações com o Deic de São Paulo, uma vez que o Deic já estava em avançado estado de investigação no tocante a uma quadrilha especializada, situada naquele estado”.

Segundo informações da polícia, a quadrilha atuou em explosões de bancos e tentativa de roubo a carro-forte no interior de São Paulo. “A gente acredita que essa organização possui mais ramificações. E não está descartada a possibilidade inclusive de crimes em outros países”.

De acordo com o delegado, a polícia quer localizar os demais integrantes da quadrilha envolvidos nos crimes de Passos. “Vai ser um trabalho a médio prazo, a longo prazo, nós não podemos ter pressa, temos que ter a maior cautela possível, visando identificar e punir os criminosos”.

A ação do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) aconteceu em três pontos de Sumaré, com apoio do helicóptero águia da polícia. O principal alvo foi uma chácara, onde foi encontrado parte do material apreendido.

Foram apreendidos com os suspeitos R$ 170 mil, 300 quilos de explosivos, pistolas, quatro fuzis, entre eles um ponto 50, além de máscaras de gás, capacetes, coletes a prova de balas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *