Inscritos em quatro escolas têm Enem adiado

Quatro escolas de Poços de Caldas, tiveram a aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adiada para os dias 3 e 4 de dezembro. O Ministério da Educação (MEC) divulgou uma lista dos locais que ainda mantinham ocupação de estudantes em todo o país. Os jovens protestam contra a reforma do ensino médio e a determinação de um teto para os gastos públicos, mas teriam que deixar o prédio de instituições que teriam a prova neste final de semana (dias 5 e 6 de novembro) para manutenção do cronograma do ministério.

As instituições que estão com as provas adiadas são o Colégio Municipal Dr. José Vargas de Souza e as escolas estaduais David Campista, João Eugênio de Almeida e Professor Arlindo Pereira, o Polivalente. A lista completa com as instituições afetadas pela determinação do MEC do país foi divulgada no final da tarde desta terça-feira (2).

Escola Estadual David Campista está ocupada há 13 dias, desde 18 de outubro; movimento é questionado na Justiça em Poços de Caldas, MG (Foto: Ocupa David Campista/Poços de Caldas)
Escola Estadual David Campista, em Poços de Caldas, MG, está ocupada desde 18 de outubro (Foto: Ocupa David Campista/Poços de Caldas)

Tentativa de acordo
As ocupações em escolas do Sul de Minas começaram com a adesão de alunos da Escola Estadual David Campista no dia 18 de outubro. O movimento chegou a 17 instituições e 10 cidades da região. Nesta terça-feira, ainda havia ocupação em sete escolas de Poços de Caldas  e em outras cinco instituições da região, entre escolas de ensino médio e de ensino superior.

No David Campista, os manifestantes chegaram a se comprometer com o juiz da 2ª Vara Criminal da cidade, José Henrique Mallman, a suspenderem a ocupação nos dias do exame. No Colégio Municipal, um acordo permitiu que as aulas foram retomadas na segunda-feira (31) paralelamente à ocupação.

A diretora Maria Rosmey da Silva Amaral acreditava que, com esse acordo, a aplicação do exame seria liberada na unidade. “Os nossos alunos farão sim o Enem e o Enem ocorrerá aqui na escola também. São 40 salas preparadas para isso”, disse.

Estudantes ocuparam prédio de superintendência regional de ensino, em Poços de Caldas, MG, nesta terça-feira (1º) (Foto: Marcos Corrêa/Poços de Caldas)
Estudantes ocuparam prédio de superintendência de ensino, em Poços de Caldas, nesta terça-feira (1º) (Foto: Marcos Corrêa/Poços de Caldas)

Ocupação de superintendência de ensino
Ainda na noite desta terça-feira, estudantes de Poços de Caldas ocuparam o prédio da Superintendência Regional de Ensino após uma passeata pelo Centro da cidade. A organização do protesto diz que a ocupação é por tempo indeterminado.

De acordo com a lista divulgada pelo MEC, 61 instituições de ensino de 21 cidades mineiras terão provas do Enem apenas em dezembro. Somente em Belo Horizonte, são 15 escolas afetadas. Em todo o país, 304 locais tiveram as provas remarcadas, o que afeta 191,4 mil dos 8,7 milhões de inscritos para o Enem 2016.

Fonte: G1 Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *