Funeral pago duas vezes é motivo de protesto virtual por moradores de Serranos

Um caso um tanto quanto incomum intrigou os moradores de Serranos-MG, que após a circulação de mensagens e cópias de documentos pelo aplicativo WhatsApp, se perguntam: como uma pessoa falecida pode ter dois funerais?

Para entender melhor essa estória, e preciso entender o conteúdo das mensagens que também chegaram a sessão “Leitor Repórter” do Popular.net, onde uma declaração de uma mulher, que acabara de sepultar a mãe e pagou pelo ao serviço funerário a quantia de R$2.100, mas que após saber que a prefeitura pagava despesas funerárias de família com baixa renda (funeral social), resolver cobrar o prefeito da cidade para receber o valor gasto com o serviço funerário, sendo que o mesmo teria atendido suas reivindicações, sendo justamente este o motivo de tanta controvérsia e mais discussões entre a população, que discorda da maneira de como tudo feito.

Declaração circula pelo WhatsApp em toda região / Foto: Reprodução O Popular.net

Ainda de acordo com a declaração que circula pelo WhatsApp e pelas redes sociais, a maneira encontrada pela prefeitura para ressarcir as despesas da declarante foi baseada em uma troca de favores, o que não seria nada demais se não envolvesse um fator em especial: a confirmação do pagamento a funerária responsável através de nota de empenho, que tirou dos cofres públicos o valor de R$3.100, uma quantia R$1.000 acima do custo pago pela declarante pelos serviços funerários. Na declaração, a mulher afirma ainda ter recebido dois depósitos da empresa funerária, nos valores de R$1.500 e de R$600 como ressarcimento das despesas, totalizando R$2.100, fazendo a quantia de R$1.000, um poço de curiosidades entre os moradores que não conseguem decifrar qual destino levou o dinheiro e resolveu protestar encaminhando a situação para o maior número de pessoas possíveis no WhatsApp, juntamente com a mensagem: compartilhem até chegar na TV. Ainda segundo os moradores o caso se arrasta sem solução desde 2016.

O Município de Serranos vive hoje uma crise administrativa com prefeitura e câmara de vereadores seguindo direções diferentes. Galgada em muitas controvérsias o rachamento teria começado após o cancelamento do concurso público no ano de 2016, alem disso, polêmicas envolvendo a frota municipal e até mesmo injúrias raciais entre prefeito e presidente da câmara também contribuíram com a situação. Em março deste ano, o prefeito da cidade foi afastado por 90 dias, após todos os 9 vereadores da cidade votarem a desfavor do seu mandato durante comissão processante, mas a decisão durou pouco tempo e através de uma liminar, o prefeito já está de volta ao cargo.

 

Declaração / Clique para ampliar
Nota de empenho / Clique para ampliar
Portal da Transparência / Clique para ampliar
Recibos de depósitos / Clique para ampliar

Não se sabe por que funeral em Serranos vem se tornando um verdadeiro viral político no WhatsApp, mas acredita-se que a declarante possa estar temendo ser alvo de investigações, embora na mesma declaração, a mulher afirme saber ter seu pedido atendido pelo prefeito, mas logo depois diz desconhecer o pagamento feito pela prefeitura a empresa funerária, protagonizando mais uma história difícil de se entender no atual cenário político, principalmente na cidade de Serranos.

Fonte: O Popular Net / Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *