Empresa alemã tem interesse em reativar monotrilho de Poços de Caldas

Estudo de viabilidade econômico-financeira será realizado pela empresa TUVRheinland

O prefeito Sérgio Azevedo assinou, na tarde da última quarta-feira (3), um Memorando de Entendimento com a empresa alemã ProReSus Gmbh, representada por seu diretor Phellipe Barcellos, que também representa a International Monorail Association. A assinatura da parceria aconteceu no gabinete do prefeito, em solenidade que contou com a presença do vice-prefeito, vereadores, secretários municipais e convidados e foi seguida por uma coletiva de imprensa. A parceria entre a multinacional, com aval do governo alemão e município, é inédita do Brasil.

O interesse partiu da própria empresa, que procurou a Prefeitura há aproximadamente dois meses, motivada pela notícia de que o município havia retomado o monotrilho. “Vimos aí uma oportunidade de investimento. O que para uma parte da população parecia ser um grande problema, a empresa viu uma solução. Então entramos em contato com a Prefeitura e hoje estamos dando um passo inicial para esta possível solução”, disse Phellip Barcellos.

O estudo de viabilidade econômico-financeira do monotrilho de Poços de Caldas será realizado pela empresa TUVRheinland, com experiência internacional no setor. De acordo com seu diretor para a América Latina, Marcos Camelo, a empresa já realizou estudos para os projetos de monotrilho de São Paulo, Salvador e Manaus. No exterior, já desenvolveu projetos para o Oriente Médio, mais especificamente em Dubai, na Europa e na Ásia, estando presente em mais de 20 projetos pelo mundo.

Os representantes das empresas alemãs estiveram reunidos na manhã de quarta na Prefeitura. O objetivo foi conhecer o sistema de mobilidade urbana da cidade, seu transporte público, o transporte por aplicativos, taxis, localizar os vetores de crescimento, localizar as universidades e outras informações. A empresa TUVRheinland irá disponibilizar uma equipe técnica formada por especialistas que fará pesquisas in loco para a formatação do estudo de viabilidade

Fonte: ACS/Prefeitura de Poços de Caldas Foto: ACS/Prefeitura de Poços de Caldas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *