Em Três Pontas, Parque da Mina está com mato alto, sujeira, água acumulada e em situação de abandono

*Avenida Conceição Marinho que dá acesso ao portal principal do Parque, está com buraco enorme que aumenta com a intensidade da chuva e sem providências da Secretaria de Obras

Quem visita o Parque Multi Uso da Mina do Padre Vitor, em Três Pontas, não encontra mais um local adequado para passear com os filhos, ou para fazer exercícios físicos como uma caminhada.

Basta passar ao redor do parque que é possível explicar o abandono do local, por parte da Prefeitura. Na Avenida Conceição Queiroz Marinho, no cruzamento com a Rua Astolfo Ferreira de Brito, está sendo construída uma Praça, mas a pouquíssimos metros a frente, em direção a entrada principal da Mina, cheia de buracos. A chuva abriu um buraco ao lado de um bueiro. Com o passar dos dias e as chuvas frequentes, a situação piorou muito, mas nada foi feito até agora, a não ser colocar placas de um lado da via, mas, as fotos registradas pela Equipe Positiva, mostram que do outro lado, também há outros buracos e o melhor seria interditar a via, para evitar acidentes.

Ao entrar pelo Parque Multi Uso, ele não anda tendo tanta utilidade, devido a falta de cuidados básicos. A água da chuva está acumulada onde as pessoas utilizam para fazer caminhada. Crianças se arriscam brincando na água, que está acumulada há dias, mesmo cheirando mal.

O enorme gramado onde famílias brincavam está parecendo uma represa. Sem falar que onde há um chuveirão, existe um bueiro que está encoberto pela água e se for retirado, crianças ou adultos podem cair e se ferir com gravidade.

A grama divide espaço com o mato que está alto e a sujeira também acumulada a dias. A situação já completa mais de um mês e quem gosta de passear pelo parque, está tendo que procurar outras opções de lazer, o que não existe naquela proximidade.

Fonte: Equipe Positiva
Fonte: Equipe Positiva
Fonte: Equipe Positiva
Fonte: Equipe Positiva
Fonte: Equipe Positiva

Fonte: Equipe Positiva / Foto: Equipe Positiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *