Dois suspeitos pela morte de homem em Poço Fundo são presos pela Polícia

A Polícia identificou três pessoas envolvidas na morte do cafeicultor de 59 anos, Geraldo Avelino Gonçalves, vítima de latrocínio na manhã da últimaquarta-feira (19).
A vítima foi encontrada dentro de um veículo abandonado em uma estrada rural que liga Poço Fundo a Campestre.
Segundo informações do Dr. Delegado Éder Neves que está a frente da investigação, o cunhado da vítima cafeicultor seria o responsável do crime. O suspeito ainda esta foragido. Outros dois também envolvidos e que ajudaram o cunhado da vítima a cometer o latrocínio foram presos.

 “FOI APURADO QUE O CUNHADO DA VÍTIMA, IRMÃO DA NAMORADA, PLANEJOU ROUBAR O CAFEICULTOR. ELE CHAMOU OUTROS DOIS HOMENS, COMPARSAS, FORAM ATÉ O SÍTIO DA VÍTIMA, CERCARAM O SÍTIO JÁ COM A INTENÇÃO DE AMARRÁ-LA E TRANCÁ-LA EM UM DOS CÔMODOS. E ASSIM ROUBAR AS SACAS DE CAFÉ EXISTENTES NO LOCAL, INCLUSIVE, UTILIZARAM OS PRÓPRIOS VEÍCULOS, DUAS CAMINHONETES, DA VÍTIMA PARA TRANSPORTAR AS SACAS DE CAFÉ QUE SERIAM FURTADAS”, EXPLICOU NEVES.

Ainda de acordo com o delegado, durante a execução do crime algo deu errado, o que teria levado à morte do cafeicultor.

 “O INVESTIGADO […], QUE FOI ENCARREGADO DE FAZER A ABORDAGEM DA VÍTIMA DESAPARECEU NA OCASIÃO DESSA ABORDAGEM, O QUE LEVOU AO DESESPERO DE AMBOS E A EVADIREM DO LOCAL”, AFIRMOU.

Os suspeitos detidos encaminhados para Machado e autuados por latrocínio.
Fonte: Minas Hoje / Fotos: Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *