Dois homens são presos por cultivo e venda de maconha exótica em São Tomé das Letras

Material ilícito era exportado da Europa.

Redação CSul – Alisson Marques/Foto destaque: Polícia Civil

Dois homens foram presos na última sexta-feira (19), após venda de maconha exótica pelas redes sociais, em São Tomé das Letras. De acordo com a Polícia Civil, a droga era vendida para várias regiões do país. O material era exportado da Europa.

Com os autores de 25 anos, foram localizados skunk (maconha com alto teor de THC), centenas de sementes importadas e grande quantidade de embalagens.

O delegado responsável pelo caso, Rodolpho Machado, comentou sobre a prisão dos autores e apreensão deste tipo de droga na cidade.“São Tomé das Letras é uma cidade incrível, mas que tem chamado a atenção pelo turismo da maconha, com um tipo de tráfico diferenciado, porque não é do tipo de importação do Paraguai, onde a droga é prensada e de má qualidade, sendo um comércio mais especifico, de especiarias.”

Polícia Civil foi responsável pela prisão dos autores e apreensão dos materiais/Foto: Polícia Civil

Ainda conforme a polícia, a droga era de alto valor de comercialização. O cultivo era feito em um viveiro com grande variedade de espécies e além disso passavam por secagem e preparação especiais.

A quantidade de sementes apreendidas seriam equivalentes a plantações em 10 campos de futebol, segundo a Polícia Civil. Os suspeitos já são conhecido no meio policial, um deles, oriundo do Estado de São Paulo, já foi condenado há sete anos de prisão por tráfico de drogas. O outro, natural de Minas Gerais, responde processo por cultivo de maconha.

A dupla foi presa e encaminhada para a delegacia de Três Corações. O material foi apreendido.

Com informações: O Popular Net


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *