Curta-metragem Meia-noite na Floresta será filmado em Poços de Caldas

Ao longo do ano de 2019, Poços de Caldas será cenário de mais uma produção cinematográfica.  Com incentivo cultural da Ouro Mix Concreto Usinado e da Climepe Total, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e apoio da secretaria municipal de cultura, o filme é parte de uma sequência de trabalhos que discute formas de violência, como aconteceu no premiado Cão Maior e no recentemente lançado O Sereno Imortal. Em fase de pré-produção, mais detalhes serão revelados em breve, bem como equipe técnica e elenco.

Escrito e dirigido por Marcelo Leme (Cão Maior, 2018), o curta se apropria de um filme de gênero para trazer a luz aspectos da violência psicológica, esta que nem sempre é visível. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a definição de violência psicológica é: “Qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da autoestima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação.”

O filme se passa durante uma noite qualquer, no tempo que um pescador embriagado encontra uma jovem perdida no meio de uma floresta. Curioso e ciente da visível fragilidade da menina, busca chamar atenção dela, até o ponto que descobre que ela não é quem imaginava. E que também não está sozinha.

Meia-noite na Floresta tem previsão de estreia para dezembro de 2019.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *