Coleta seletiva é estendida e passa a atender todos os bairros em Poços

Moradores já contam com a nova coleta seletiva de lixo em Poços de Caldas. O serviço organizado pela Secretaria de Serviços Públicos e por Cooperativas de Reciclagem foi estendido e, desde a última segunda-feira (27), passou a valer para todos os bairros da cidade.

Segundo a prefeitura, o município foi dividido em seis setores que serão atendidos por sete caminhões que se alternarão em 44 rotas. Com a ampliação, todos os moradores das zonas Zul, Leste, Oeste e Centro poderão contar com o serviço. Para saber como ficou o agrupamento dos bairros, os setores e os dias da semanas em que os caminhões circularão pela cidade basta acessar o site da prefeitura.

vídeo Poços de Caldas festival internacional (Foto: Divulgação/Gramofone e Drone Vision)
Todos os bairros serão atendidos pela coleta seletiva em Poços de Caldas (Foto: Divulgação/Gramofone e Drone Vision)

A expectativa da prefeitura é que em pouco tempo, por mês, cerca de 600 toneladas de material reciclável sejam recolhidas na cidade. Até então, eram recolhidas 3,5 mil toneladas mensais, mas apenas 100 toneladas eram reaproveitadas pelas cooperativas.

De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Tiago Biagioni, é preciso que a população colabore e separe corretamente o material que poderá ser reaproveitado. Por isso, além dos catadores, o serviço contará com a colaboração dos zeladores de cada região.

Reunião entre membros da prefeitura, das cooperativas e dos bairros definiu novas rotas (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Poços de Caldas)
Reunião entre membros da prefeitura, das cooperativas e dos bairros definiu novas rotas (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Poços de Caldas)

“A coleta seletiva é uma parte integrante da questão ‘lixo’ na cidade. Não temos como enfrentar o problema do lixo como um todo, se não enfrentarmos a questão da coleta seletiva, que envolve também a questão social. Por isso, o diálogo é fundamental entre todas as partes para que consigamos atingir todos os objetivos, sejam sociais, ambientais e administrativos”, explicou Biagioni.

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *