Boa Esperança e Pouso Alegre proíbem vendas de bebidas alcóolicas

Barreiras sanitárias também foram instaladas nas cidades; em Boa Esperança está proibida entrada de turistas. Medidas são válidas inicialmente por 10 dias e/ou enquanto a “Onda Roxa” estiver em vigor.

Redação CSul/Foto destaque: Divulgação Prefeitura de Pouso Alegre

As cidades de Boa Esperança e Pouso Alegre publicaram decretos nesta quinta-feira (25), proibindo a venda de bebidas alcóolicas nos respectivos municípios. Em ambas as cidades, os decretos já estão em vigência. A medida é válida por 10 dias em Boa Esperança e segue o mesmo em Pouso Alegre – indo até o final da “Onda Roxa’.

Em Pouso Alegre, por exemplo, está vetada à venda, a distribuição e o fornecimento de bebidas alcóolicas por quaisquer pessoas e estabelecimentos, inclusive supermercados e congêneres, e por qualquer sistema de vendas, inclusive delivery. O mesmo acontece em Boa Esperança, de acordo com a prefeitura, em caso de descumprimento o estabelecimento será multado em R$ 1,4 mil e terá alvará de funcionamento suspenso.

Além disso, em Pouso Alegre, está proibido visitas sociais, eventos, encontros e reuniões de qualquer natureza, públicos ou privados. Por outro lado, em Boa Esperança, foi vetado o consumo de bebidas alcóolicas em espaços públicos.

Barreiras sanitárias

As cidades adotaram, também, barreiras sanitárias para o controle de entrada e saída de pessoas em ambos os municípios.

Uma das principais cidades turísticas do Sul de Minas, Boa Esperança estará “fechada” para turistas nos próximos dias/Foto: Reprodução Google Maps

No caso de Boa Esperança está proibida a entrada de turistas, exceto nos seguintes casos:

  • Que estejam a trabalho, desde que se trate de atividades essenciais na classificação onda roxa;
  • Que estejam relacionados à saúde, como por exemplo, para realização de exames e consultas, com o acompanhamento de um veículo de fiscalização;
  • Além dessas hipóteses, a entrada na cidade fica condicionada à comprovação de residência fixa no município de cada passageiro;
  • Após as 20h, não será permitida a entrada de qualquer veículo, exceto caminhoneiro ou trabalhador que esteja retornando para sua residência;
  • A barreira fará revista nos veículos e, caso encontre bebidas alcoólicas, as mesmas serão apreendidas;
  • Será permitido o acesso para o transporte de fornecimento de insumos em geral, independente do horário.

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.