Após recusa inicial, São Sebastião do Paraíso adere “Onda Roxa”

Medida foi tomada pela prefeitura após notificação da Justiça para que a cidade passasse a aderir a fase mais restritiva do plano estadual.

Redação CSul/Foto destaque: Divulgação Wikipédia

Após não aderir à “Onda Roxa”, do programa Minas Consciente – medida mais restritiva do plano estadual de contenção da covid-19 e imposta em todas as cidades de Minas Gerais – São Sebastião do Paraíso, após notificação judicial adotou a medida.

Segundo o prefeito Marcelo Morais, a decisão foi acatada prontamente. “De forma oficial, a Prefeitura de São Sebastião do Paraíso foi notificada pelo juiz, acatando o pedido do Ministério Público de Minas Gerais que pediu o cumprimento total da onda roxa. Decisão judicial você não questiona, você cumpre” – comunicou Marcelo.

Prefeito de São Sebastião do Paraíso. Marcelo Morais, disse ter acatado, imediatamente, decisão judicial/Foto: Reprodução Prefeitura de São Sebastião do Paraíso

A notificação do juiz Osvaldo Medeiros Néri, concedeu um prazo de 24 horas para que o comércio não essencial fosse fechado na cidade, além de outras medidas estabelecidas na onda roxa. Conforme o chefe do Executivo, a cidade adotou a medida de forma mais rápida possível.

“O Ministério Público não concordou o posicionamento de São Sebastião do Paraíso para manter o comércio aberto e consequentemente fazer de forma parcial a questão do Minas Consciente”, disse.

Marcelo pediu, ainda, que a população da cidade respeitem às medidas e não façam manifestações para evitar aglomerações. “Gostaria de fazer um pedido pessoal a todos vocês, temos visto que algumas pessoas já estão levantando a possibilidade de fazer manifestação. Por favor, não façam isso. Não é o momento da gente brigar e nem discutir. Peço que ajudem a combater o vírus”, ressaltou.

Cidades do Sul de Minas que não aderiram à Onda Roxa

Inicialmente, Carmo do Rio Claro; Campo do Meio; Guaxupé; São Sebastião do Paraíso e Varginha não haviam adotado a medida do governo estadual. No entanto, menos de 48 horas depois, Campo do Meio e Guaxupé voltaram atrás e acataram o pedido.

Já Carmo do Rio Claro e Varginha segue sem aderirem à Onda Roxa.

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.