Macri toma posse como novo presidente da Argentina

O empresário Mauricio Macri prestou juramento no Congresso da Argentina nesta quinta-feira (10) como novo presidente do país. Após o juramento e um discurso, Macri seguiu para a Casa Rosada para receber a faixa e um bastão presidencial do líder do Senado. A cerimônia de posse não contou com a presença da presidente Cristina Kirchner.

Em seu discurso no Congresso, Macri se comprometeu a:

– promover a justiça social
– incentivar a educação
– combater o narcotráfico e a corrupção
– promover a unidade nacional

Partidários de Mauricio Macri se concentraram na frente do Congresso. Os presidentes Rafael Correa (Equador), Juan Manuel Santos (Colômbia), Michelle Bachelet Chile e Evo Morales (Bolívia) também participam da cerimônia.

A presidente Dilma Rousseff não compareceu ao evento no Congresso argentino – o avião dela ficou retido no ar e demorou para pousar por causa da fila no Aeroporto Aeroparque, no centro de Buenos Aires -, e participou apenas da entrega da faixa na Casa Rosada.

Em seu discurso, Macri fez uma insinuação sutil com relação a sua antecessora, que durante a administração enfrentou acusações de ter alterado índices de pobreza, desemprego e inflação. “Hoje se cumpre um sonho”, afirmou Macri no início do discurso.

Macri e sua vice Gabriella Michett após o juramento como presidente e vice-presidente nesta quinta-feira (10) no Congresso (Foto: REUTERS/Andres Stapff)Macri e sua vice Gabriella Michett após o juramento como presidente e vice-presidente nesta quinta-feira (10) no Congresso (Foto: REUTERS/Andres Stapff)

“A política não um é cenário para que alguns líderes mintam para enganar as pessoas com números falsos”, declarou. “Esconder e mentir sobre nossa realidade é uma prática que nos fez muito dano”, complementou em um outro momento.

Sobre a liberdade da justiça, ele defendeu a celeridade nos julgamentos e pediu isenção aos magistrados. “Justiça tardia não é justiça. No nosso governo não haverá juízes ‘macristas’. Não pode haver juízes militantes de um partido”, afirmou.

Macri também fez um apelo pela unidade nacional. “As confrontações nos levaram para caminhos errados. O fanatismo muitas vezes nos arrasta para a violência e nos leva à falta de amor. Temos que afastar o enfrentamento e colocar nesse lugar o encontro, o desenvolvimento. Na luta irracional ninguém ganha.”

A presidente Dilma Rousseff chega para a cerimônia de posse de Mauricio Macri nesta quinta-feira (10) na sede do governo argentino (Foto: AP Photo/Victor R. Caivano)A presidente Dilma Rousseff chega para a cerimônia de posse de Mauricio Macri nesta quinta-feira (10) na sede do governo argentino (Foto: AP Photo/Victor R. Caivano)

Aos países vizinhos e as outras nações, o presidente eleito declarou esperar colaboração. “Queremos unidade e cooperação da América Latina e do mundo”, afirmou.

Além disso, ele anunciou que será “implacável” com a corrupção. “Os bens públicos pertencem ao conjunto dos cidadãos, e é inaceitável que um funcionário público se aproprie deles em benefício próprio”, declarou.

“Serei implacável com aqueles de qualquer partido ou filiação política, sejam próprios ou alheios, que deixem de cumprir a lei. Não haverá tolerância com essas práticas abusivas”, acrescentou.

Cortejo
O empresário de 56 anos eleito em novembro participou de um cortejo até o Congresso, onde chegou por volta de 12h30. A cerimônia começou poucos minutos depois.

Ele e a vice-presidente, Gabriela Michetti,  fizeram o juramento. “Eu, Mauricio Macri, juro por Deus, nosso Senhor e os Santos Evangelhos, desempenhar com lealdade e honestidade o cargo de presidente da nação, e observar e fazer observar com fidelidade a Constituição da Nação argentina. Se eu não o fizer, que Deus e a pátria me processem”, disse Macri.

Depois da cerimônia no Congresso, o novo presidente e a primeira-dama seguiram em cortejo para a Casa Rosada, onde Macri recebeu a faixa e o bastão presidencial.

Mauricio Macri recebe faixa e bastão presidencial nesta quinta-feira (10) na Casa Rosada, em Buenos Aires (Foto: REUTERS/Marcos Brindicci)Mauricio Macri recebe faixa e bastão presidencial nesta quinta-feira (10) na Casa Rosada, em Buenos Aires.
(Foto: REUTERS/Marcos Brindicci)

Já empossado, o novo presidente e a vice seguiram para a varanda da Casa Rosada para cumprimentar uma multidão que os esperavam na Praça de Maio, em frente à sede do governo. “Esta Argentina nós construímos todos juntos”, disse Macri em um novo discurso. “Eu amo esse país e amo cada um de vocês. Por vocês e com vocês vamos construir a Argentina que sonhamos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *