Forte explosão atinge Cabul, no Afeganistão, e deixa 1 morto e 8 feridos

forte explosão atingiu nesta segunda-feira (13) um ônibus no centro de Cabul, na hora da saída do trabalho, formando uma espessa coluna de fumaça negra, informou um porta-voz da polícia.

Pelo menos uma pessoa morreu e outras oito ficaram feridas na explosão, segundo o ministério do Interior.

“As primeiras informações dão conta de uma mulher morta e oito pessoas feridas” no bairro residencial de Taimani, escreveu no Twitter o porta-voz do ministério, Sediq Sediqqi.

O porta-voz informou que o atentado foi executado com um artefato ativado na passagem do veículo.

Explosão formou uma espessa coluna de fumaça negra (Foto: Mohammad Ismail/Reuters)
Explosão formou uma espessa coluna de fumaça negra (Foto: Mohammad Ismail/Reuters)

Hospital

Na última quarta-feira (8), um ataque cometido por atiradores vestidos de médicos em um hospital militar de Cabul deixou 49 mortos, além de dezenas de feridos.

Os atiradores percorreram o hospital de 400 leitos atirando em médicos, pacientes e visitantes, em uma operação sofisticada reivindicada pelo Estado Islâmico.

Na última quarta-feira (8), um ataque cometido por atiradores vestidos de médicos em um hospital militar de Cabul deixou 49 mortos, além de dezenas de feridos. (Foto: Rahmat Gul/AP)
Na última quarta-feira (8), um ataque cometido por atiradores vestidos de médicos em um hospital militar de Cabul deixou 49 mortos, além de dezenas de feridos. (Foto: Rahmat Gul/AP)

Sobreviventes contaram que fizeram barricadas nos quartos para escapar dos agressores, que estavam munidos de armas automáticas e granadas de mão e iniciaram a ação depois que um homem-bomba se explodiu.

Mohammad Nabi, um médico do hospital que escapou com uma perna quebrada, disse que foi difícil entender o que se passava inicialmente quando os atiradores, vestidos com jalecos brancos de médicos, tiraram as armas escondidas e começaram a atirar.

“Ficamos chocados quando vimos (rifles) AK47 em suas mãos disparando”, disse. “Eles mataram nossos pacientes nas camas e mataram nossos médicos”.

O ataque ao maior hospital militar de Cabul, que se localiza em frente à altamente fortificada embaixada dos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *